InternetData CenterAssinante

Contra a sífilis, testes rápidos e preservativos são ofertados nas UBSs de Criciúma

Em 2019, já foram registrados 328 casos do vírus no município
Contra a sífilis, testes rápidos e preservativos são ofertados nas UBSs de Criciúma
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 08/10/2019 às 13:13

O Programa de Atenção Municipal às DST/HIV/AIDS (Pamdha) oferta testes rápidos de sífilis e outras doenças e infecções sexualmente transmissíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Criciúma, além da distribuição de preservativos. A sífilis é a Infecção Sexualmente Transmissível (IST) com mais registros no município. De 2007 a 2018, foram confirmados mais de 1,5 mil casos. Este ano, até o momento, já foram registrados 328 casos, sendo 49 em gestantes. 

Para as gestantes o cuidado é redobrado, a infecção pode ser transmitida para o bebê, chamada de sífilis congênita. "Se transmitida para o bebê pode causar graves sequelas, como a má formação, aborto ou pode nascer natimorto, podendo a mãe também falecer", explica a coordenadora do Pamdha, Patrícia Rodrigues. 

Prevenção 

A melhor maneira de prevenir é por meio do uso de preservativo e realizando os testes rápidos. "A sífilis é causada pela bactéria treponema pallidum e não possui nenhum sintoma, sendo uma doença silenciosa. Por isso é de extrema importância que os testes rápidos sejam realizados", enfatiza. 

De acordo com a coordenadora, se a infecção for tratada de forma imediata a chance de cura é de 100%. "Por se tratar de uma bactéria, o tratamento é feito através de antibióticos que são ofertados pelo SUS. Se seguido corretamente a cura pode chegar de forma rápida", complementa. 

Dia D 

Em alusão ao Dia Nacional de Combate à Sífilis, no dia 19 de outubro, as UBS do município e o Pamdha estarão abertos da 8 às 17h. Serão realizados testes rápidos e orientações sobre DSTs e ISTs nos locais. 

Leia mais sobre: