InternetData CenterAssinante

Veja os benefícios de incluir a castanha-do-Pará em sua alimentação

Nutricionista explica sobre as características do alimento
Veja os benefícios de incluir a castanha-do-Pará em sua alimentação
Foto: Reprodução
Por Redação Engeplus Em 31/05/2019 às 09:00

É possível que você já tenha ouvido que é saudável comer pelo menos uma castanha-do-Pará por dia, então para esclarecer essa recomendação, a nutricionista Karolaine Duminelli, traz dados relevantes a respeito do alimento e os benefícios que o mesmo traz para o corpo. “A castanha-do-Pará apresenta um alto nível de selênio, entre 200 a 400 por unidade, e se recomenda um consumo de no mínimo 55 mcg de selênio por dia. Logo comer uma por dia já é mais do que o suficiente”, afirma a nutricionista.

Incluir o alimento em seu cardápio significa ajudar o corpo em todos os sentidos. “Por conta dos elementos presente em sua composição, a castanha do pará ajuda na prevenção do câncer, alzheimer e esclerose múltipla, auxilia no funcionamento da tireoide, protege contra a toxicidade de metais pesados e aumenta a imunidade”, explica Karolaine. Além disso, a ingestão do alimento também auxilia no tratamento de doenças. "Ela auxilia no tratamento de diabetes e também de aterosclerose.

Caso você não não possui o hábito de consumir o alimento frequentemente, fique atento aos sintomas que a falta do selênio no corpo pode causar: fadiga, fraqueza, disfunção da tireoide, imunidade baixa, falta de atenção, manchas na unha, entre outros.

Confira abaixo uma explicação detalhada sobre os benefícios da inclusão da castanha-do-Pará na alimentação:

  • Prevenção de Câncer/Alzheimer/Esclerose Múltipla: o selênio faz parte do princípio ativo da glutationa peroxidase – poderoso antioxidante que combate os radicais livres (células envelhecidas) circulantes;
     
  • Funcionamento da tireoide: o selênio tem participação na conversão do hormônio tiroxina (T4) em triiodotironina (T3), fazendo com que o hormônio passe de inativo para sua forma ativa;
     
  • Protege contra a toxicidade de metais pesados: devido a capacidade do selênio de interagir com outros metais pesados, como chumbo e a prata, e modificar sua toxicidade;
     
  • Auxilia no tratamento de diabetes: por auxiliar na homeostase da glicose em pacientes diabéticos;
     
  • Auxilia no tratamento de aterosclerose: na aterosclerose há um aumento de radicais livres circulantes, portanto o selênio possui papel fundamental contra o estresse oxidativos dessas células;
     
  • Aumenta a imunidade: por possuírem funções antioxidantes e zinco que participa da produção de glóbulos brancos. Há uma alta relação do efeito benéfico do selênio com a AIDS.