Saúde

Fertilização

Médico especializado alerta sobre os riscos da inseminação caseira

Processo feito em casa pode resultar em doenças sexualmente transmissíveis

10
FEV
2018
| 19h07
19h07
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições

A ansiedade e pressa. Esses dois fatores estão presentes quando casais, ou pessoas que optam por uma produção independente, querem o quanto antes realizarem o sonho de carregar um filho nos braços. Para baratear custos ou encurtar caminhos, há quem abra mão de métodos científicos e seguros e optem por alternativos, como a inseminação caseira. Entretanto, a maioria desconhece os riscos envolvidos quando o procedimento não é realizado por profissionais especializados.

De acordo com o médico Armando E. Hernandez-Rey, especialista em infertilidade e endocrinologia reprodutiva, todos os inúmeros exames e estudos minuciosos são fundamentais para que se possa chegar, de forma saudável, ao resultado esperado. "Causa muito espanto o crescimento de um movimento incentivando mulheres a praticarem inseminação caseira. Elas não fazem ideia do perigo a que estão sendo expostas, desde problemas como endometriose, cistite até DSTs, sem contar os riscos ao feto devido à falta de cuidados com o esperma e a ausência de testes genéticos", alerta.

Há quem forneça exames que comprovem o atual estado de saúde, mas somente um especialista pode comprovar a sua autenticidade. "Como saber se são verídicos? O barato pode custar a sua vida, seu sonho, bem-estar além de implicações jurídicas futuras", destaca Armando.

Há diversas implicações ao se fazer um procedimento caseiro. "Nas clínicas, além de serem realizadas uma extensa avaliação do homem para doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), o esperma é processado para que seja mais eficiente. Fazer por conta própria raramente dá certo, uma vez que não são removidas as prostaglandinas, um componente químico que causa contrações, dificultando o caminho do espermatozoide dentro do útero", explica o especialista.

Inseminações em geral possuem apenas 20% de chances de sucesso em mulheres sem problemas de fertilidade. "São necessárias várias tentativas em sequência, mesmo dentro do período fértil", revela Armando.

Outro ponto que deve ser levado em consideração são as questões genéticas. "As pessoas também deveriam considerar este tema, especialmente em se tratando de populações semelhantes", alerta o médico. A falta de mistura genética geralmente resulta em problemas congênitos, e isso é um risco uma vez que um mesmo homem poderá engravidar diversas mulheres numa região pequena, ocasionando problemas futuramente quando esses bebes tiverem seus filhos.

Segundo o especialista em reprodução e endocrinologista, uma família normalmente tem alguns genes recessivos e outros dominantes presentes e todos os seus integrantes. Quando esses genes se juntam (recessivo com recessivo e/ou dominante com dominante), surgem os problemas genéticos. "Além disso, ainda há uma baixa variedade genética, que acentua as características específicas de uma população, por exemplo, maior risco de doenças cardíacas, certos tipos de câncer, problemas renais, dislipidemia, etc ", ressalva.

Por todas essas questões citadas, o mais seguro para quem busca um doador é recorrer aos centros de saúde especializados, porque o processo de fertilização in vitro permite remover algumas células de um embrião e testar as reais condições genéticas antes de transferir para o útero, através de processos como o mapeamento genético pré-implantação e o diagnóstico genético pré-implantação.

Leia mais sobre: inseminação, fertilização
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Aniversariantes neste dia 24/02Finais do 48º Banana Bowl ocorrem neste sábadoCriciumense conta em livro como foi viagem ao AlaskaSindicatos de contabilistas de todo o Estado se reúnem em Nova VenezaMortes por afogamento nas praias de SC caem pela metadeAbertura oficial e escolha das soberanas acontece nesta sexta-feira