navegue nos blocos da capa

Saúde

precaução

Psicóloga dá oito dicas para driblar o estresse do dia a dia

Brasil é o segundo país com maior nível de estresse no mundo

18
MAR
2017
| 22h32
22h32
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Foto: Freepik

Um estudo realizado pela International Stress Management Association (Associação Internacional do Controle do Estresse) aponta o Brasil como o segundo colocado no ranking de países com o maior nível de estresse no mundo. Segundo o levantamento, de cada dez trabalhadores, pelo menos três sofrem da doença. E esses números não estão relacionados apenas aos trabalhadores e jovens, pois as crianças também são acometidas pelo problema.

Para a coordenadora de Psicologia do Hospital VITA Batel, de Curitiba (PR), Luciane Bozza Bertoncello, é necessário buscar alternativas para manter o bom humor e a qualidade de vida. “Assim como diz a música, é preciso saber viver. A pessoa tem que procurar atividades para driblar o mau-humor e ter uma vida leve e mais agradável”, aconselha Luciane.

Confira as dicas da psicóloga para combater o estresse e melhorar a qualidade de vida:

1 - Comece o dia desejando "bom dia" a todos que encontrar, seja no elevador, no trabalho, na academia, mesmo que a pessoa não lhe responda. Devemos ser persistentes, um dia o cumprimento será retribuído;

2 - Conheça pessoas e faça novas amizades, aumente o seu círculo de amigos;

3 - Viaje: seja para longe ou perto, com dinheiro ou sem dinheiro, sozinho ou acompanhado, o importante é sair da rotina por, pelo menos, um período no ano;

4 - Tenha um hobby: para o homem acaba sendo mais fácil ter um amigo para ir pescar, jogar ou assistir partidas de futebol, torcer por um time ou andar de moto. Já a mulher, quando não está trabalhando e é mãe, tende a encontrar atividades que envolvam os filhos ou, até mesmo, limita-se a dar um jeito na casa. Por incrível que pareça, isso é mais frequente do que se pensa e não é saudável. Ela precisa encontrar um hobby somente dela. Trabalhos manuais são excelentes opções, assim como a dança, esportes ou mesmo um jantar entre amigas regularmente. O ideal é que o hobby não tenha semelhança com a profissão e com as obrigações do cotidiano;

5 - Boas noites de sono: O sono afeta o humor. Por isso, além das oito horas indicadas pelos especialistas, é preciso manter o ambiente com carinho. Colchão e travesseiros de boa qualidade, assim como uma roupa de cama limpa e cheirosa, darão o aconchego necessário;

6 - Alimentação adequada: tenha uma dieta composta por alimentos saudáveis e que façam bem ao intestino. Buscar o auxílio de um nutricionista poderá ajudar;

7 - Brinque! Lembre-se: adultos também brincam;

8 - Busque atividades que lhe façam bem e divirta-se!

Colaboração: Cristina Sório/Smartcom

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
A arte circense invadiu a UnescO Dráuzio Varella de Carandiru dá o recado no Festival ReviradoVÍDEO: A aposta do Criciúma é no campeão Beto CamposAgora é contagem regressiva para a Feira do LivroVÍDEO: Trailer Modo História de Call of Duty WWIIEspingarda artesanal e mudas de maconha são apreendidas em serralheria