navegue nos blocos da capa

Saúde

precaução

Psicóloga dá oito dicas para driblar o estresse do dia a dia

Brasil é o segundo país com maior nível de estresse no mundo

18
MAR
2017
| 22h32
22h32
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Foto: Freepik

Um estudo realizado pela International Stress Management Association (Associação Internacional do Controle do Estresse) aponta o Brasil como o segundo colocado no ranking de países com o maior nível de estresse no mundo. Segundo o levantamento, de cada dez trabalhadores, pelo menos três sofrem da doença. E esses números não estão relacionados apenas aos trabalhadores e jovens, pois as crianças também são acometidas pelo problema.

Para a coordenadora de Psicologia do Hospital VITA Batel, de Curitiba (PR), Luciane Bozza Bertoncello, é necessário buscar alternativas para manter o bom humor e a qualidade de vida. “Assim como diz a música, é preciso saber viver. A pessoa tem que procurar atividades para driblar o mau-humor e ter uma vida leve e mais agradável”, aconselha Luciane.

Confira as dicas da psicóloga para combater o estresse e melhorar a qualidade de vida:

1 - Comece o dia desejando "bom dia" a todos que encontrar, seja no elevador, no trabalho, na academia, mesmo que a pessoa não lhe responda. Devemos ser persistentes, um dia o cumprimento será retribuído;

2 - Conheça pessoas e faça novas amizades, aumente o seu círculo de amigos;

3 - Viaje: seja para longe ou perto, com dinheiro ou sem dinheiro, sozinho ou acompanhado, o importante é sair da rotina por, pelo menos, um período no ano;

4 - Tenha um hobby: para o homem acaba sendo mais fácil ter um amigo para ir pescar, jogar ou assistir partidas de futebol, torcer por um time ou andar de moto. Já a mulher, quando não está trabalhando e é mãe, tende a encontrar atividades que envolvam os filhos ou, até mesmo, limita-se a dar um jeito na casa. Por incrível que pareça, isso é mais frequente do que se pensa e não é saudável. Ela precisa encontrar um hobby somente dela. Trabalhos manuais são excelentes opções, assim como a dança, esportes ou mesmo um jantar entre amigas regularmente. O ideal é que o hobby não tenha semelhança com a profissão e com as obrigações do cotidiano;

5 - Boas noites de sono: O sono afeta o humor. Por isso, além das oito horas indicadas pelos especialistas, é preciso manter o ambiente com carinho. Colchão e travesseiros de boa qualidade, assim como uma roupa de cama limpa e cheirosa, darão o aconchego necessário;

6 - Alimentação adequada: tenha uma dieta composta por alimentos saudáveis e que façam bem ao intestino. Buscar o auxílio de um nutricionista poderá ajudar;

7 - Brinque! Lembre-se: adultos também brincam;

8 - Busque atividades que lhe façam bem e divirta-se!

Colaboração: Cristina Sório/Smartcom

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Criciúma integrada às ações do Dia Mundial dos PobresSétima Festa do Polvilho e Banana termina neste domingoDespedida para 1,5 mil apaixonados no HHUm tímido empate do Tigre e festa cearenseRui Barbosa fatura a Série B e sobe na LARMNo Majestoso, Ceará sobe antes mesmo de jogar