navegue nos blocos da capa

Saúde

Criciúma

Fim de semana foi de conscientização sobre o sono

Semana Nacional do Sono aconteceu em diversas cidades do país

19
MAR
2017
| 16h56
16h56
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Divulgação

Mais de 100 pessoas compareceram nesse fim de semana na Praça Nereu Ramos, no Centro de Criciúma, na ação em alusão à Semana Nacional do Sono. Diversas atividades foram realizadas durante a última semana em vários centros do país por intermédio da Associação Brasileira do Sono (Absono). Liderado pelo médico pneumologista e especialista em medicina do sono, Fábio José Fabrício de Barros Souza, Criciúma não ficou de fora e teve sua atividade realizada nesse sábado, 18.

Quem passou pela Praça Nereu Ramos foi submetido a um questionário aplicado por acadêmicos de Medicina da Unesc. Mediante as respostas, foi possível traçar qual distúrbio o paciente possuí e encaminhá-lo para os tratamentos que possam amenizar a doença.

Há mais de 25 anos sofrendo com insônia, Derli Gomes Tomé não deixou de comparecer na ação promovida em parceria com a Associação Catarinense de Pneumologia e Tisiologia (Acapti), Regional Médica da Zona Carbonífera (RMZC), Associação Brasileira do Sono (Absono) e a Secretaria Municipal de Saúde.

“Gostaria muito de encontrar uma forma de dormir melhor. Acordo todas as noites por volta das 4 horas e não consigo mais dormir. Este distúrbio afetou até a minha vida profissional. Deixei de trabalhar como zeladora por conta do cansaço que sentia no dia seguinte”, destaca a moradora de Criciúma, de 54 anos.

De acordo com o especialista em medicina do sono, 50% da população brasileira possui algum distúrbio, sendo os mais comuns a apneia obstrutiva e a insônia. “Um em cada três pessoas sofre com apneia e metade dos brasileiros sofre de insônia. Esta redução ou perda da qualidade do sono impacta diretamente na vida do cidadão, prejudicando sistemas fisiológicos do organismo, aumentando o risco de doenças e acidentes”, alerta Souza.

Os distúrbios podem desencadear problemas cardíacos, ganho de peso corporal, queda no sistema imunológico, aumento de dores pelo corpo, além de afetar a sexualidade, a aparência, o humor, a memória e a atenção do indivíduo. Porém, a boa notícia é que os tratamentos têm garantido melhoras significativas para estes quadros.

Instruída pela filha sobre as orientações em relação ao sono na Praça, a aposentada Maria de Lurdes Figueiredo, de 74 anos, não deixou de comparecer na ação. “Há muitos anos não tenho uma boa noite de sono. Queria entender o porque isso acontece e como posso fazer para que o meu sono seja mais saudável”, destaca.

O especialista lembra que uma boa dica para evitar transtornos do sono é fazer a chamada higiene do sono, que consiste em alguns passos simples antes de dormir. Veja abaixo:

1 – Evitar derivados da cafeína (café, chá, chimarrão, refrigerante, energéticos e outros) após as 18 horas;

2 – Evitar luminosidade como luz branca, televisão, celular, tablets, de 2 a 4 horas antes de dormir;

3 – Abstrair. Fazer um check list com tudo o que você precisa fazer no dia seguinte, e depois disso esquecer dos compromissos e relaxar;

4 – Ir para a cama apenas quando estiver com sono. Se quiser ler um livro antes de dormir, tente fazer isso em outro ambiente, longe da cama;

5 – Deixar o quarto climatizado e escuro, para tornar a noite de sono mais agradável;

6 – Evitar atividades físicas até 4 horas antes de dormir;

7 – Tirar uma soneca de 20 a 30 minutos depois do almoço. Isso não é recomendado, no entanto, para os insones;

8 – Evitar bebida alcoólica ou comer muito antes de dormir;

9 – Ansiolíticos podem interferir na qualidade do sono. Quem toma este tipo de medicamento deve entrar em contato com o médico e alertá-lo sobre as noites mal dormidas.

Colaboração: Douglas Saviato/Novo Texto Comunicação

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Os acordes que levaram até MoçambiqueNatação de Criciúma conquista três medalhas no Sul-BrasileiroCriciúma recebe curso de Socorrista e Resgatista ProfissionalCriciúma conquista três títulos na Copa ACRFinanciamento online é criado para auxiliar jovem no tratamento de doença raraApós briga, homem é esfaqueado no braço e na região do crânio