InternetData CenterAssinante

Caso de chikungunya de Turvo vem do Pará

Caso de chikungunya de Turvo vem do Pará
Foto: Arquivo Engeplus
Por Denis Luciano Em 03/05/2017 às 17:17

Febre chikungunya em Turvo? É o que consta no último relatório da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde. Conforme o levantamento, Santa Catarina conta atualmente com cinco casos confirmados da febre, sendo um em Turvo.

“Era um caminhoneiro do Pará que estava de passagem pela cidade. Ele nem está mais em Turvo”, informa o biólogo Fábio Pereira Sabino, coordenador do programa de controle da dengue na Gerência Regional de Saúde de Araranguá. Logo, Turvo constou apenas como cidade da notificação, não sendo o infectado morador da cidade.

Em Santa Catarina, há outros quatro casos confirmados, em Florianópolis, Itajaí, Mafra e Benedito Novo, todos importados de outros estados brasileiros. Em 2017, já são 175 casos notificados, 125 descartados e 45 em investigação.

Infestação em Passo de Torres

O Vale do Araranguá continua tendo a única cidade de todo o sul entre as 54 consideradas infestadas pelo mosquito aedes aegypti em Santa Catarina. É o caso de Passo de Torres. “Isso ocorre pois é vizinha de Torres, que está infestada, e com o trânsito constante entre as cidades é compreensível essa infestação”, explica o biólogo. Já houve registros de focos da dengue neste ano, ainda, em Araranguá e Sombrio, mas não há confirmação de casos.

São 5.364 focos em toda Santa Catarina desde o começo do ano, 10% a mais que 2016, atingindo 119 municípios. De dengue, são 1.399 notificações e apenas seis casos confirmados. “A população precisa estar consciente do seu papel na prevenção, que deve durar o ano inteiro e não ser esquecida agora, quando há uma diminuição nos focos e casos”, adverte Fábio.

Leia mais sobre: