InternetData CenterAssinante

IMA volta a divulgar relatório de balneabilidade nesta sexta-feira

O IMA realiza coletas em 231 pontos dos 500 km do litoral catarinense
IMA volta a divulgar relatório de balneabilidade nesta sexta-feira
Foto: Rafaela Custódio / Arquivo Engeplus / Ilustrativa
Por Redação Engeplus Em 22/10/2020 às 08:00

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) lança nesta sexta-feira, dia 23, relatório de balneabilidade. Suspenso desde março devido à pandemia, o monitoramento foi retomado em agosto e as coletas semanais antecipadas para a divulgação da nova pesquisa, antes do início do verão.

Tradicionalmente, o IMA realiza análises mensais de abril a outubro, mas devido à situação excepcional, as coletas passaram a ser semanais antes da alta temporada, dando mais segurança aos resultados para os banhistas. Seguindo os critérios Resolução CONAMA 274/2000 que determina que são necessárias cinco amostras consecutivas para a obtenção de um resultado confiável, o IMA vai disponibilizar o relatório na íntegra em balneabilidade.ima.sc.gov.br.

O IMA realiza coletas em 231 pontos dos 500 km do litoral catarinense, concentrando as coletas justamente nos locais mais suscetíveis de poluição - os de maior fluxo de banhistas. Os técnicos fazem as coletas da água do mar a até um metro de profundidade, na quantidade de 100 mililitros em cada ponto. O material coletado é submetido a exames bacteriológicos durante 24 horas.

Para as análises são levados em consideração aspectos como condições de maré, incidência pluviométrica nas últimas 24 horas no local, a temperatura da amostra e do ar no momento da coleta (parâmetro físico) e a imediata condução para a pesquisa em crescimento bacteriano.

A água é considerada:

Própria: quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros.

Imprópria: quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, for superior que 800 Escherichia coli por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros.

Leia mais sobre: