InternetData CenterAssinante

Operação 2000.144 fiscaliza bares e casas noturnas em Santa Catarina

No total 2.665 estabelecimentos foram vistoriados e 98 pessoas foram presas ou apreendidas
Operação 2000.144 fiscaliza bares e casas noturnas em Santa Catarina
Foto: Divulgação
Por Redação Em 22/07/2019 às 14:16

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) desencadeou a operação “2000.144” com o objetivo de manter a redução de indicadores de criminalidade, por meio de fiscalização de bares, boates e estabelecimentos similares. No total, 2.665 estabelecimentos foram vistoriados e 98 pessoas foram presas ou apreendidas. A operação ocorreu de 15 a 21 de julho.

A operação foi executada em todo o Estado. De acordo com a polícia foram apreendidos quase 3 mil carteiras de cigarros contrabandeadas, mais de 2 quilos de maconha e seis armas de fogo. Dos locais vistoriados, 448 estavam sem alvará de funcionamento (16%), 391 com o alvará vencido (14%) e 302 desrespeitaram o horário autorizado para funcionar (11%).

Segundo o chefe da seção de operações da Polícia Militar de Santa Catarina, tenente-coronel Evandro de Andrade Fraga, os objetivos foram atingidos. "Observamos a necessidade da fiscalização frequente, tendo em vista as irregularidades encontradas, seja por falta de alvará, alvará vencido ou desobediência do horário”, disse.

O efetivo total foi de mais de 4,9 mil policiais, com mais de 1,9 mil viaturas e motocicletas. Além de agir proativamente, com ações de abordagens policiais, a operação visa promover maior visibilidade às atividades típicas da Polícia Militar. Para o tenente-coronel Fraga alguns dos estabelecimentos se utilizam para venda de entorpecentes, de cigarros contrabandeados. As abordagens aos frequentadores resultaram nas apreensões de armas brancas e de fogo, que normalmente são utilizadas nas práticas de crimes", finalizou.