InternetData CenterAssinante

Paróquia Santa Terezinha celebra dedicação de sua Igreja Matriz e do altar

As portas foram abertas na noite dessa quarta-feira, dia 22
Paróquia Santa Terezinha celebra dedicação de sua Igreja Matriz e do altar
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 23/09/2021 às 16:28

Com muita alegria, a Paróquia Santa Terezinha, após um ano e meio em obras de revitalização, reinaugurou sua Igreja Matriz, em Jacinto Machado. As portas foram abertas na noite dessa quarta-feira, dia 22, com celebração de bênção e dedicação do altar, presidida pelo bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach. 

Ainda do lado de fora, o bispo convidou o pároco, padre Roberto Fontana Talau, para abrir a porta principal da Igreja, em seguida, os paroquianos entraram e tomaram seus assentos. No início da celebração, Dom Jacinto abençoou a água para aspergir as paredes, o altar e o povo em sinal de penitência e lembrança do batismo. 

Em sua homilia, o bispo destacou que a consagração do espaço é um momento único, que ficará marcado na história. “Consagrar uma Igreja é prepará-la para Deus, onde nós, povo de Deus, vamos nos reunir. As paredes são os braços de Deus e o altar é o seu coração que irá acolher a todos que aqui estiverem”, disse o epíscopo.

 

Rito de dedicação 

Após a homilia, teve início o rito de dedicação, iniciando com a intercessão de todos os santos e santas, com a oração da Ladainha. Em seguida, o altar recebeu uma relíquia de Santa Gertrudes Comensoli e foi ungido com o óleo do Crisma. A continuidade se deu através da consagração da Igreja, onde as cruzes foram ungidas, significando que o espaço católico é dedicado exclusivamente e para todo o sempre ao culto cristão. 

Dom Jacinto seguiu o rito realizando a incensação do altar, simbolizando o sacrifício de Cristo e que as orações dos fiéis chegam até Deus. Posteriormente, ocorreu o revestimento do novo altar, indicando o sacrifício de Cristo e sua vitória sobre a morte. Por fim, Dom Jacinto convidou padre Roberto para acender todas as velas da Igreja expressando a luz de Cristo e a presença do Espírito Santo.

 

Festa da padroeira 

A celebração também marcou a primeira missa da novena em honra a Santa Terezinha do Menino Jesus, dando início aos festejos da tradicional festa paroquial que tem seu ponto alto no dia 1º de outubro.

 

Momento de agradecer 

“Graças a generosidade do povo de Deus e a intercessão de Santa Terezinha, nossa padroeira, temos a honra, satisfação e alegria, de entregar hoje ao povo jacinto machadense essa belíssima obra de amor a Deus”, disse o pároco, padre Roberto. O sacerdote agradeceu ainda ao bispo pela confiança na missão, a todos os benfeitos, membros da comissão da reforma, voluntários, lideranças e fiéis.   

Colaboração: Assessoria de Imprensa - Diocese de Criciúma

Paróquia Santa Terezinha celebra dedicação de sua Igreja Matriz e do altar

Com muita alegria, a Paróquia Santa Terezinha, após um ano e meio em obras de revitalização, reinaugurou sua Igreja Matriz, em Jacinto Machado. As portas foram abertas na noite desta quarta-feira, dia 22, com celebração de bênção e dedicação do altar, presidida pelo bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach.

Ainda do lado de fora, o bispo convidou o pároco, padre Roberto Fontana Talau, para abrir a porta principal da Igreja, em seguida, os paroquianos entraram e tomaram seus assentos. No início da celebração, Dom Jacinto abençoou a água para aspergir as paredes, o altar e o povo em sinal de penitência e lembrança do batismo.

Em sua homilia, o bispo destacou que a consagração do espaço é um momento único, que ficará marcado na história. “Consagrar uma Igreja é prepará-la para Deus, onde nós, povo de Deus, vamos nos reunir. As paredes são os braços de Deus e o altar é o seu coração que irá acolher a todos que aqui estiverem”, disse o epíscopo.

Rito de dedicação

Após a homilia, teve início o rito de dedicação, iniciando com a intercessão de todos os santos e santas, com a oração da Ladainha. Em seguida, o altar recebeu uma relíquia de Santa Gertrudes Comensoli e foi ungido com o óleo do Crisma. A continuidade se deu através da consagração da Igreja, onde as cruzes foram ungidas, significando que o espaço católico é dedicado exclusivamente e para todo o sempre ao culto cristão.

Dom Jacinto seguiu o rito realizando a incensação do altar, simbolizando o sacrifício de Cristo e que as orações dos fiéis chegam até Deus. Posteriormente, ocorreu o revestimento do novo altar, indicando o sacrifício de Cristo e sua vitória sobre a morte. Por fim, Dom Jacinto convidou padre Roberto para acender todas as velas da Igreja expressando a luz de Cristo e a presença do Espírito Santo.

Festa da padroeira

A celebração também marcou a primeira missa da novena em honra a Santa Terezinha do Menino Jesus, dando início aos festejos da tradicional festa paroquial que tem seu ponto alto no dia 1º de outubro.

Momento de agradecer

“Graças a generosidade do povo de Deus e a intercessão de Santa Terezinha, nossa padroeira, temos a honra, satisfação e alegria, de entregar hoje ao povo jacinto machadense essa belíssima obra de amor a Deus”, disse o pároco, padre Roberto. O sacerdote agradeceu ainda ao bispo pela confiança na missão, a todos os benfeitos, membros da comissão da reforma, voluntários, lideranças e fiéis.   

---

Setor de Comunicação
Diocese de Criciúma