InternetData CenterAssinante

Os últimos ajustes nos cemitérios de Criciúma na véspera de finados

Os últimos ajustes nos cemitérios de Criciúma na véspera de finados
Foto: Divulgação
Por Rafaela Custódio Em 01/11/2019 às 15:46

Velas, flores e limpeza. Assim se resume a tarde desta sexta-feira, dia 1º, nos cemitérios de Criciúma. Familiares e amigos realizam os últimos ajustes para o Dia de Finados que é lembrado neste sábado, dia 2, em todo o país. 

No cemitério do bairro Brasília a movimentação está intensa desde as primeiras horas do dia. A aposentada Maria Gorete Batista veio de Balneário Arroio do Silva para realizar os últimos detalhes. “Amanhã não irei vir. Já realizei a limpeza, trouxe flores e velas. Meus pais estão enterrados aqui e é um momento de prestar homenagens a quem nos deixou”, comenta. 

André Cardoso é de Criciúma e veio hoje para a limpeza. “Faltou tempo nos últimos dias. Hoje vim limpar com minha esposa e amanhã venho trazer flores, velas. Amanhã outros familiares também estarão presentes aqui no cemitério para prestar homenagens e lembrar dos entes que nos deixaram”, pontua. 

Dia de prestar homenagens, mas também de faturar 

Andréia da Silva é funcionária de uma floricultura e está no cemitério do bairro Brasília realizando vendas de vasos, velas, flores e arranjos. “Estamos aqui durante todo o dia e amanhã ficaremos até às 17 horas. Muitas pessoas compram suas flores aqui conosco, mas a maioria pesquisa os preços”, relata. 

No cemitério do bairro Brasília haverá missa nesta sexta-feira, às 19 horas, e no sábado, às 8h30. Os responsáveis pelas celebrações são da paróquia Nossa Senhora da Salete.