InternetData CenterAssinante

Campanha da Fraternidade 2020 é tema de estudos diocesanos

O tema da CF 2020 é 'Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso'
Campanha da Fraternidade 2020 é tema de estudos diocesanos
Foto: Divulgação
Por Redação Em 09/12/2019 às 22:30

Nesta terça e quarta-feira, 10 e 11 de dezembro, a Diocese de Criciúma promove duas noites de Estudo Diocesano sobre a Campanha da Fraternidade 2020. Os estudos compreenderão os métodos “ver” e “julgar”, ficando o “agir” para ser abordado em um único dia de estudo com todas as paróquias e serviços, no dia 15 de fevereiro.

Nesta terça, 10, as comarcas de Araranguá, Turvo e Santa Rosa do Sul, compreendidas pela Região Pastoral Sul, se reúnem na Paróquia Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens, em Araranguá. Na quarta, 11, é a vez das comarcas de Criciúma, Urussanga, Nova Veneza e Içara, da Região Pastoral Norte, se reunirem na Paróquia Santa Bárbara, em Criciúma. Os estudos iniciam às 19h30. 

Tema, lema e objetivos 

O tema da CF 2020 é “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34), extraído da Parábola do Bom Samaritano. O Objetivo Geral é “conscientizar, à luz da Palavra de Deus, para o sentido da vida como dom e compromisso, que se traduz em relação de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, nossa Casa Comum”. 

A CF 2020 apresenta dez objetivos específicos:
a) Apresentar o sentido de vida proposto por Jesus nos Evangelhos.
b) Propor a compaixão, a ternura e o cuidado como exigências fundamentais da vida para relações sociais mais humanas.
c) Fortalecer a cultura do encontro, da fraternidade e a revolução do cuidado como caminhos de superação da indiferença e da violência.
d) Promover e defender a vida, desde a fecundação até o seu fim natural, rumo à plenitude.
e) Despertar as famílias para a beleza do amor que gera continuamente vida nova.
f) Preparar os cristãos e as comunidades para anunciar, com o testemunho e as ações de mútuo cuidado, a vida plena do Reino de Deus.
g) Criar espaços nas comunidades para que, pelo Batismo, pela Crisma e pela Eucaristia, todos percebam, na fraternidade, a vida como dom e compromisso.
h) Despertar os jovens para o dom e a beleza da vida, motivando-lhes o engajamento em ações de cuidado mútuo, especialmente de outros jovens em situação de sofrimento e desesperança.
i) valorizar, divulgar e fortalecer as inúmeras iniciativas já existentes em favor da vida.
j) Cuidar do planeta, nossa Casa Comum, comprometendo-se com a ecologia integral.

Colaboração: Bibiana Pignatel - Setor de Comunicação - Diocese de Criciúma