navegue nos blocos da capa

Religião

Santuário

Caravaggio celebra a festa de Nossa Senhora Bambina

08
SET
2017
| 17h45
17h45
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições

A comunidade católica do distrito de Caravaggio celebra neste sábado, dia 9, a festa em honra a Nossa Senhora “Bambina” (Menina). A data litúrgica da Natividade de Nossa Senhora é comemorada no dia 8 de setembro pela Igreja.

No Santuário de Caravaggio, segundo o padre Valdemar Carminati, a antiga festa que era celebrada pelos neovenezianos foi resgatada em 2012, à época do padre Aguinaldo Zucchinali. “É uma festa pequena, que acontece no sábado, com missa e jantar. Padre Aguinaldo mandou restaurar a imagem, que ficou muito bonita. Ela estava guardada na casa paroquial e quando cheguei a Caravaggio, a colocamos no Santuário. No ano passado, a imagem foi levada na casa do Senhor Valmor Milanez. Neste ano, será levada até a casa da senhora Catarina Milanez Scotti, às 14 horas, vindo em procissão para a missa às 19 horas. Há muitos devotos”, afirma padre Valdemar.

Origem da festa

A imagem que será carregada em procissão luminosa até o Santuário é fruto de uma promessa e de um milagre. Em 8 de setembro de 1944, a senhora Ida Fenali Milanez, esposa de Andrea Milanez, sob um parto de risco, pediu socorro ao céu. Era o dia reconhecido pela Igreja como do nascimento da Virgem Maria. No silêncio de seu coração, fez a promessa de comprar uma imagem de Nossa Senhora Menina. Ida, que já tinha sete filhos, havia perdido dois em trabalho de parto. Após quatro dias, no dia 12 de setembro, a criança nasceu. Trata-se do Frei Nereu Mário Milanez, da Ordem dos Servos de Maria.

Dezoito anos depois, em 1962, com mais recursos financeiros, Ida revelou a promessa e adquiriu a imagem, que veio de Porto Alegre (RS), encomendada pelo Monsenhor Gregório Locks. Depois de permanecer algum tempo na casa da família, foi doada ao Santuário de Caravaggio. A festa em sua homenagem era comemorada todos os anos, junto à romaria do milagre da chuva, que aconteceu em 8 de setembro de 1951, depois de meses de uma grande seca que assolava toda a região.

Leia mais sobre: religião
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Geninho, Cavalo, Jorginho e Dado na lista do TigreCaravaggio e Metro na frente nas semifinaisSantos Dumont na lista da usina de asfaltoMais um título para o vôlei de base de ForquilhinhaGovernador encerra congresso de despachantes em CriciúmaHSJ ganha reforço de doze leitos em dezembro