InternetData CenterAssinante

Prefeito de Urussanga é afastado do cargo após operação da Polícia Federal

Gustavo Cancellier pode ficar afastado por até 180 dias
Prefeito de Urussanga é afastado do cargo após operação da Polícia Federal
Foto: Divulgação
Por Rafaela Custódio Em 20/05/2021 às 12:00

O prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier (PP), foi afastado do cargo na manhã desta quinta-feira, dia 20. O afastamento pode ocorrer por até 180 dias, e é uma decisão da justiça, em virtude da Operação Benedetta realizada pela Polícia Federal. A ação foi desencadeada hoje nas cidades de Urussanga, Orleans, Siderópolis, Tubarão e Criciúma. 

Conforme informações do jornalista João Paulo Messer, da Rádio Eldorado, os policiais federais apreenderam R$ 80 mil durante buscas em residências no município de Urussanga. Além disso, o veículo que a primeira dama da cidade utilizava também foi apreendido na manhã de hoje. 

Entenda a operação 

A Polícia Federal deflagrou uma operação que investiga possível má aplicação de recursos públicos contratados por municípios com a Caixa Econômica Federal para o financiamento de despesas.

A investigação iniciou em setembro de 2020, tendo a fase hoje desencadeada, com o objetivo de obter outros indícios comprobatórios das supostas fraudes que teriam ocorrido em obras de pavimentação e de identificar a eventual participação de servidores públicos nos fatos, além de apurar o destino do montante dos recursos supostamente desviados, que, em apenas uma das diversas obras financiadas, se aproxima de R$ 300 mil.

Leia mais sobre: