InternetData CenterAssinante

Moacir Dajori retorna à Câmara de Vereadores de Criciúma

Vereador foi condenado a perda do mandato,em julgamento realizado em 2018
Moacir Dajori retorna à Câmara de Vereadores de Criciúma
Foto: Divulgação
Por Jessica Rosso Em 06/09/2019 às 18:13

Em ato na tarde desta sexta-feira, dia 6, o vereador Moacir Dajori da coligação PSDB/SD/DEM/PV reassumiu a titularidade do mandato. O termo foi assinado pelo presidente interino da Casa, vereador Pastor Jair Alexandre (PSC), na sala da presidência.

“Estou retornando hoje com muita satisfação e vontade de trabalhar. Às vezes, a verdade demora acontecer, mas ela veio à tona e provou a injustiça que cometeram comigo nesses treze meses”, pontuou o vereador. “É um momento de muita emoção, vou trabalhar 24 horas por dias, sete dias da semana. Vou me dedicar exclusivamente à Câmara”, finalizou. O 4º suplente de vereador da coligação PSDB/SD/DEM/PV Edson Aurélio foi quem deixou a cadeira no Legislativo.

Relembre o caso

O vereador Moacir Dajori, do PSDB, teve seus embargos (recurso de defesa) rejeitados pela Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, e foi  condenado a perda do mandato, em julgamento realizado no dia 10 de abril de 2018 em Florianópolis. O julgamento foi presidido pelo Desembargador Rui Fortes, e dele participaram o Desembargador Luiz Antônio Zanini Fornerolli e o representante do Ministério Público, Pedro Sérgio Steil.

A ação que acarretou na perda de mandato do vereador, se refere a denúncia feita em 2013 por um ex-assessor de Dajori, que acusou o vereador de ter exigido parte de seu salário para mantê-lo no cargo. O decreto que declarou a perda de mandato do vereador Moacir Dajori foi protocolado na Câmara de Vereadores de Criciúma no mês de agosto daquele ano. 

Colaboração: Dani Savi

Leia mais sobre: