InternetData CenterAssinante

Educação: ato macrorregional contra a reforma da Previdência será realizado em Criciúma

Algumas escolas da rede estadual já confirmaram que irão paralisar no dia 15
 Educação: ato macrorregional contra a reforma da Previdência será realizado em Criciúma
Foto: Divulgação
Por Jessica Rosso Em 09/05/2019 às 19:47

Um ato macrorregional contra a reforma da Previdência está sendo organizado pela regional de Criciúma do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte). O ato será realizado na próxima quarta-feira, dia 15, na Praça Nereu Ramos, em Criciúma. Algumas escolas da rede estadual já confirmaram que irão paralisar na data, de acordo com o Sinte, aderindo a Greve Geral da Educação, que estará acontecendo em todo o país.

De acordo com a coordenadora do Sinte Regional de Criciúma, Kelli Pacheco, a partir das 14 horas, haverá algumas ações na praça. "Teremos um advogado falando sobre a reforma da Previdência. Ele estará esclarecendo o assunto para as pessoas que estarão presentes. teremos também algumas falas dos trabalhadores em Educação. E faremos uma panfletagem para deixar a comunidade mais esclarecida, explicando alguns detalhes", explica. As regionais de Laguna e Tubarão também confirmaram presença no evento em Criciúma.

Kelli citou um exemplo do que a reforma da Previdência fará com professores da educação. "Uma professora, mulher, hoje, precisa ter 25 anos de serviço e 50 anos de idade para se aposentar. Com a nova reforma, essa mulher terá que ter 30 anos de serviço e 60 anos de idade. No meu caso que tenho 46 anos, a aposentadoria sairia daqui quatro anos. Mas se a nova reforma for aprovada, eu só irei me aposentar daqui 14 anos", explica. A coordenadora também citou que as crianças e os jovens serão os maiores prejudicados. "Temos que pensar nos nossos filhos e netos que não terão expectativa de aposentadoria", completou.

Leia mais sobre: