InternetData CenterAssinante

Municípios na FECAM.

Municípios na FECAM.
Por Willi Backes Em 10/02/2021 às 15:55

No início dos anos 60 do Século XX, municípios de Santa Catarina iniciaram movimento associativo regional. Em 1.980 já haviam quinze (15) associações de municípios constituídas. Em 03 de Julho de 1.980 foi fundada em Chapecó a FECAM – Federação Catarinense das Associações Municipais, tendo por primeiro coordenador Milton Sander, Prefeito de Chapecó. Na Assembleia e Ata de Fundação, do sul catarinense, constam os nomes dos Prefeitos Hilton Osni Pereira de Jaguaruna e Ruberval Francisco Pilotto de Urussanga. Em 11 de Outubro de 1.983, a Federação Catarinense dos Municípios foi reconhecida de Utilidade Pública Estadual através da Lei n. 6315 aprovada na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina – ALESC.

Para mandato no período 2020/2021, é Presidente da Federação de Consórcios, Associações de Municípios e Municípios de Santa Catarina - FECAM o senhor Paulo Roberto Weiss, Prefeito do município de Rodeio. A FECAM tem vinte e uma (21) Associações Municipais filiadas, com inserção dos 295 municípios Catarinenses:

. Alto Irani (AMAI) – sede Xanxerê – 14 municípios.

. Alto Vale do Rio do Peixe (AMARP) – sede Videira – 15 municípios.

. Alto Uruguai Catarinense (AMAUC) – sede Concórdia – 14 municípios.

. Alto Vale do Itajaí (AMAVI) – sede Rio do Sul – 28 municípios.

. Extremo Oeste de Santa Catarina (AMEOSC) – sede São Miguel do Oeste – 19 municípios.  

. Entre Rios (AMERIOS) – sede Maravilha – 17 municípios.

. Região da Foz do Rio Itajaí (AMFRI) – sede Itajaí – 11 municípios.

. Meio Oeste Catarinense (AMMOC) – sede Joaçaba – 12 municípios.

. Médio Vale do Itajaí (AMMVI) – sede Blumenau – 14 municípios.

. Noroeste Catarinense (AMNORDESTE) – sede São Lourenço do Oeste – 8 municípios.

. Oeste de Santa Catarina (AMOSC) – sede Chapecó – 20 municípios.

. Planalto Norte Catarinense (AMPLANORTE) – sede Mafra – 10 municípios

. Planalto Sul de Santa Catarina (AMPLASC) – sede Campos Novos – 7 municípios.

. Nordeste de Santa Catarina (AMUNESC) – sede Joinville – 9 municípios.

. Região do Contestado (AMURC) – sede Curitibanos – 5 municípios.

. Região Serrana (AMURES) – sede Lages – 18 municípios.

. Vale do Itapocu (AMVALI) – sede Jaraguá do Sul – 7 municípios.

. Região da Grande Florianópolis (GRANFPOLIS) – sede Florianópolis – 22 municípios.

. Região de Laguna (AMUREL) – sede Tubarão – 18 municípios.

. Extremo Sul Catarinense (AMESC) – sede Araranguá – 15 municípios.

. Região Carbonífera (AMREC) – sede Criciúma – 12 municípios.

 

HISTÓRICO DA ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DA REGIÃO CARBONÍFERA.

Em 25 de Abril de 1.983 iniciou atividades a Associação dos Municípios da Região Carbonífera - AMREC, resultante do desmembramento da entidade AMSESC que tinha abrangência para todo o sul e extremo sul catarinense. Inicialmente a AMREC era formada por sete (7) municípios: Criciúma, Içara, Morro da Fumaça, Urussanga, Siderópolis, Nova Veneza e Lauro Muller. Com as respectivas emancipações político administrativas, foram inseridas as comunidades de Forquilhinha, Cocal do Sul e Treviso. Em 18 de Maio de 2.004, por opção e solicitação do município, Orleans saiu da AMUREL e aderiu à AMREC. Em 09 de Abril de 2.013, após emancipação e implantação, também o Balneário Rincão foi inserido na AMREC.

 

AMREC E SEUS PRESIDENTES – 1.983 À 2.021.

Dilnei Rossa, Siderópolis 1.983 – Arthur Zanolli, Içara 1.984 – Francisco Xavier do Rego, Lauro Muller 1.985 – Genésio Moisés Spillere, Nova Veneza 1986/1987 – Augusto Cesar Cancelier, Morro da Fumaça 1.988 – Vanderlei Olivio Rosso, Urussanga 1.989 – José Antônio Perico, Siderópolis 1.990 – Altair Guidi, Criciúma 1991/1992 – Eduardo Pinho Moreira, Criciúma 1.993 – Rene da Silva, Lauro Muller 1.994 – José Vânio Piancentini, Urussanga 1.995 – Eduardo Pinho Moreira, Criciúma 1.996 – Ruberval Francisco Pilotto, Urussanga 1.997 – Edio Minatto, Nova Veneza 1.998 – Deobaldo Donato Pacheco, Içara 1.999 – Vanderlei Luiz Ricken, Forquilhinha 2.000 – Genésio Moisés Spilere, Nova Veneza 2.001 – Vanderlei Olívio Rosso, Urussanga 2.002 – Décio Gomes Góes, Criciúma 2.003 – Claudionor de Vasconcelos, Morro da Fumaça 2.004 – Paulo Hoepers, Forquilhinha 2.005 – Rogério José Frigo, Nova Veneza 2.006 – Anderlei José Antonelli, Criciúma 2.006 – Nestor Sprícigo, Lauro Muller 2.007 – Valmir José Bratti, Orleans 2.008 – Anderlei José Antonelli, Criciúma 2.008 – Luiz Carlos Zen, Urussanga 2.009 – Douglas Gleen Warmling, Siderópolis 2.009 – Rogério José Frigo, Nova Veneza 2.010 – Hélio Luiz Bunn, Lauro Muller 2.011 – Gentil Dory da Luz, Içara 2.011 – Rogério José Frigo, Nova Veneza 2.012 – Jacinto Redivo, Orleans 2.012 – Marco Antônio Bertoncini Cascaes, Orleans 2.013 – Vanderlei Lei Alexandre, Forquilhinha 2.013 – Ademir Magagnin, Cocal do Sul 2.013 – Fabrício Kusmin Alves, Lauro Muller 2.014 – João Réus Rossi, Treviso 2.015 – Décio Gomes Góes, Criciúma 2.016 – Vanderlei Lei Alexandre, Forquilhinha 2.016 – Ademir Magagnin, Cocal do Sul 2.017 – Hélio Roberto Cesa, Siderópolis 2.018 – Clésio Salvaro, Criciúma 2.019 – Jaimir Comin, Treviso 2.020 – Ademir Magagnin, Cocal do Sul 2.020, Jorge Luiz Koch, Orleans 2.021. 

 

AMREC – OBJETIVOS E FORMATAÇÃO.

Presidida em 2.021 pelo Prefeito de Orleans Jorge Luiz Koch, a AMREC composta pelos doze (12) municípios da Região Carbonífera, tem sede localizada em área no Parque Centenário, na Avenida Santos Dumont, 855, no bairro Pinheirinho, em Criciúma/SC.

A AMREC tem como objetivos e finalidades, ampliar e fortalecer a capacidade administrativa, econômica e social dos municípios membros, e, promover a cooperação intermunicipal e intergovernamental.

Na sede administrativa da AMREC funcionam regularmente Colegiados com atividades relacionadas à Assistência Social, Educação, Saúde, Meio Ambiente, Agricultura, Cultura e Turismo, Infraestrutura, Procuradores, Contadores e Controladores Internos, Assessoria de Comunicação, Gestores de Convênios, CONFAZ/M-AMREC, Defesa Civil, Esportes, T.I. CTEC/AMREC.  

Leia mais sobre: