InternetData CenterAssinante

Santa Catarina, nada é acaso

Dúvidas e sugestões para nossacasa@engepluis.com.br
Santa Catarina, nada é acaso
Por Willi Backes Em 02/09/2019 às 16:01

SANTA CATARINA, NADA É ACASO.

O Estado Catarinense, território com 95.443 km2, apenas 1,1% da área nacional, é geograficamente dividido em 06 mesorregiões. O OESTE Catarinense, com 118 municípios, Chapecó principal cidade, tendo no agronegócio sua referência econômica. NORTE Catarinense, com 26 municípios, Joinville principal cidade, metalurgia e mecânica como principal economia. Região SERRANA, com 30 municípios, Lages como principal referência, agronegócio na sua economia. VALE DO ITAJAÍ, com 54 municípios, Blumenau como principal referencia, setor têxtil, setores portuários e madeireira exponenciais. GRANDE FLORIAÓPOLIS, com 21 municípios, Florianópolis na referência, turismo e tecnologia de ponta na economia. SUL CATARINENSE, com 46 municípios, Criciúma como principal município, tem na indústria cerâmica, extração mineral, confecções e agronegócio suas principais atividades econômicas.

SANTA CATARINA, SEM EXAGEROS.

Mesmo tão pequena no território, Santa Catarina é líder ou disputa liderança nacional quando os temas econômicos tratados são o agronegócio e seus derivados, indústria têxtil, metalurgia e mecânica, turismo, tecnologia de ponta, cerâmica de revestimento e estrutural, serviços portuários, e, indústria extrativa do carvão energético.

No “Brasil Que Deu Certo”, Santa Catarina nos primórdios e na trajetória de sua construção, teve e tem no empreendedorismo cultural de sua gente, pilares opcionais na boa ética e relação social. A miscigenação étnica contribui silenciosamente, fundamentada nos princípios do respeito à família, educação e trabalho.

SANTA CATARINA, PÚBLICO E NOTÓRIO.

As representações políticas e representativas, para funções públicas e privadas, nada mais são que extrato espelho da sociedade como um todo. Comprovadamente, ao longo de toda a sua história, Santa Catarina colocou nos púlpitos públicos e privados, representantes conservadores nos costumes e ordenamentos, fundamentos para ordem e progresso social da coletividade.

Diz o ditado popular que “nos pequenos frascos estão os melhores perfumes”. O Estado Barriga Verde está edificado em pequenas propriedades na extensão. As dimensões resumidas determinam que o empreendedorismo faça uso do conhecimento, ciência, bons insumos e tecnologias apropriadas para alcançar produtividade e rentabilidade.

Nada diferente nas iniciativas industrias, comerciais e de serviços. Ninguém atinge grandiosidade, nascido grande. Do açougue, nasce o frigorífico. Do aparelho de solda e forja, a indústria metalomecânica. Do barro, a indústria de revestimento. Da hulha, a geração de energia. Do peixe frito, da gastronomia e alojamento, a indústria do turismo. Exemplos aos milhares.

SUL CATARINENSE, DIVERSIFICAÇÃO E OPORTUNIDADES.

Está na diversificação da produção, o maior dos predicados da mesorregião do sul catarinense. Somos um rosário de realidades e oportunidades, instalados ou em possibilidades.

Desenvolvimento econômico e social, pressupõe condições básicas, como: energia elétrica segura, água em abundância, áreas físicas para instalação, oferta de mão de obra qualificada, disponibilidade de insumos para a produção, comunicação, acessos e vias rodoviárias, aéreas e ferroviárias, mercados consumidores local e próximos.

Nos parece apenas que duas questões estão defasadas no tempo e na premência. Ideias e projetos para prospecção e animação, e, notadamente, segurança jurídica para o empreendedorismo.