InternetData CenterAssinante

Não sejam burros

O Encceja é uma das iniciativas mais espetaculares como oportunidade de vida
Não sejam burros
Por Aderbal Machado Em 21/01/2021 às 10:20

As inscrições do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020 foram prorrogadas. Agora, os interessados podem fazê-la até as 23h59 do dia 25 de janeiro. A participação é voluntária, gratuita (para quem não faltou à última edição) e destinada a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada, desde que tenham, no mínimo, 15 anos completos para o ensino fundamental e 18 anos completos para o ensino médio.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplicará o Encceja 2020 no dia 25 de abril, em todos os estados e no Distrito Federal.

Inscritos que não justificaram a ausência no Encceja 2019 ou tiveram a justificativa reprovada deverão ressarcir ao Inep o valor de R$ 40, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), até o dia 27 de janeiro. Nesses casos, a inscrição no Encceja 2020 será confirmada somente mediante o pagamento da taxa. A GRU poderá ser paga em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios, obedecendo aos critérios estabelecidos. Com informações do Inep

DEPOIMENTO PESSOAL SOBRE O ENCCEJA: fiz Encceja 2018 para pegar meu diploma de Ensino Médio, frustração antiga que me alimentava, apesar de, teoricamente e aos 76 anos, aposentado e profissional ativo e autônomo - jornalista e radialista com registro formal há décadas -, não precisar mais disso pra sobreviver. Sempre achei terrível ter que responder com evasivas as perguntas do tipo "qual o seu grau de instrução?" e ter que ficar calado ou dizer que sou autodidata. Depois, com o diploma na mão, fiz o curso de Técnico em Transações Imobiliárias e aprovei também de primeira. Agora, estou aguardando meu registro no CRECI como corretor de imóveis. Mas, para completar minha satisfação, prestei vestibular para Administração Pública e também aprovei. Frequentei alguns dias e desisti, porque não faz a minha cabeça o curso. Além do que muitas matérias exigem currículo formal - como matemática, física e química, coisa que jamais estudei, exceto no antigo primário, hoje fundamental, há mais de 65 anos.

Por isso recomendo a quem necessite a fazer o Encceja. É espetacular para quem precisa de buscar oportunidades na vida. Sou fã incondicional do exame. Pena que um índice até assustador de ausências se registre nos dias das provas. Brasileiro é assim: de graça, o exame não atrai. Maioria é por preguiça ou a burrice da indiferença. Querem tudo de mão beijada e sem esforço. Depois ficam praguejando contra a vida e a falta de oportunidades, jogando culpas para todos os lados - menos o seu próprio.

Não sejam burros.