InternetData CenterAssinante

Pela primeira vez, Banda Sinfônica do Exército se apresenta em Criciúma

Ingressos são limitados e podem ser retirados no 28° GAC
Pela primeira vez, Banda Sinfônica do Exército se apresenta em Criciúma
Foto: Funceb
Por Jessica Rosso Em 14/10/2019 às 21:16

A Banda Sinfônica do Exército realizará uma apresentação, em Criciúma, no dia 21 de outubro de 2019 às 20 horas. Os ingressos podem ser retirados no 28° GAC, a partir desta terça-feira, dia 15, até o dia 18 de outubro de 2019, das 10h às 16 horas, mediante a troca por 1 Kg de alimento não perecível. Os ingressos são limitados, em virtude da capacidade do Teatro Elias Angeloni.

Esta será a primeira vez que a Banda Sinfônica do Exército se apresentará em Criciúma, ela é composta por 80 músicos militares, homens e mulheres selecionados entre instrumentistas de todo o território nacional. 

De acordo com o oficial de Comunicação Social do 28º GAC, capitão César Costa, a história da Banda Sinfônica do Exército é repleta de sucesso e apresentações nas mais importantes salas de concertos do Brasil. Recebeu importantes solistas nacionais e internacionais e diversos prêmios, destacando-se o de “Melhor Projeto de Música Erudita” e o “Prêmio Especial de Cultura”, ambos concedidos pela Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA.

 

Sobre a Banda Sinfônica do Exército

Foi criada pela Portaria Nr 45-DEP, de 25 de junho de 2002, pelo então comandante do Exército, General Gleuber Viera, com sede em São Paulo-Capital e vinculada ao Comando Militar do Sudeste (Base de Administração e Apoio do Ibirapuera).

O plano de ação da Banda Sinfônica do Exército é fundamentalmente fazer da música um bem comum, como parte das atividades culturais do Exército, estabelecendo um elo artístico cultural com a sociedade brasileira, constituindo-se verdadeira alavanca estratégica para a difusão da música e das tradições da Força Terrestre.

Teve como diretor artístico-musical e regente titular, o maestro Benito Juarez e também fundador e Regente Titular do Coral da Universidade de São Paulo, o qual trouxe uma nova identidade para o desenvolvimento deste projeto cultural, emprestando seu notável conhecimento artístico e profissional, aplicando de maneira ímpar sua didática musical, dando um salto para evolução da música, principalmente a de origem erudita, dentro do Exército Brasileiro. Atualmente tem como diretor artístico, o maestro Eduardo Pereira.

Fonte: Funceb