Música

Nesta sexta

Gabriel Valim faz show em Balneário Rincão

Cantor fez sucesso com a hit Piradinha

16
JAN
2018
| 21h11
21h11
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições

A programação dos eventos da temporada segue neste fim de semana na Multi Arena Verão Balneário Rincão, nesta sexta-feira, dia 19, com o cantor Gabriel Valim. A abertura do evento será às 21 horas com apresentação de Lúcio Zilli. Nascido em Torres (RS), Gabriel Valim chegou ao horário nobre e liderou as principais paradas radiofônicas com o hit Piradinha, tema da personagem Valdirene (Tatá Werneck) na novela Amor à Vida.

De acordo com o empresário José Pereira, da empresa Galatas, parceira da Prefeitura de Balneário Rincão nos eventos, mesmo com o alto índice pluviométrico que assola a região, os eventos da Multi Arena Planeta Verão Rincão têm sido muito positivos, pois a estrutura montada consegue acomodar com muito conforto seus participantes. “Outro ponto alto é o esquema de segurança montado pela segurança pública conciliada com a segurança privada do evento”, explica Pereira.

Ele completa que mais de 4 mil pessoas passaram pela arena no final de semana, principalmente no show do Papas da Língua. No sábado, será a vez de Sandro Rios, com show de abertura com Samba Mil. Este é o terceiro fim de semana seguido com shows na Multi Arena Verão Balneário Rincão.

Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Quer auxílio para aliar a prática esportiva a uma alimentação balanceada?Acélio Casagrande assume presidência regional do ConassCriciúma sediará 4º Congresso Catarinense de Cidades Digitais em 2019Inscrições abertas para a 3ª Meia Maratona Caixa CriciúmaCom ajuda de rastreador, veículo é recuperado 40 minutos após o rouboPolícia recupera R$ 120 mil, mas suspeitos seguem foragidos