InternetData CenterAssinante

Alexandre Herchcovitch fala sobre mercado e futuro da moda

Estilista renomado apresenta talk show nesta quinta-feira, dia 4, em Criciúma
Alexandre Herchcovitch fala sobre mercado e futuro da moda
Foto: Divulgação/ Engeplus
Por Jessica Rosso Em 03/07/2019 às 20:26

Quando o assunto é moda, o mercado no Brasil tem um cenário muito favorável para aqueles que produzem, estudam, ou consomem. A afirmação é do estilista renomado AlexandreHerchcovitch que está em Criciúma participando do 2º Fashion Senac nesta quarta-feira, dia 3. Nesta quinta-feira, dia 4, ele apresenta um talk show para empresários, professores, alunos e profissionais de moda, às 8h15, no cinema do Nações Shopping. 

Segundo Alexandre é preciso analisar em primeiro lugar a questão geográfica do Brasil, que tem várias estações acontecendo simultaneamente durante o ano todo. Para quem quer atuar no ramo da moda “isso faz com que você decida ser especialista em um tipo de roupa ou outro. É uma coisa importante para se pensar quando se faz moda no Brasil”. Tem ainda as diferenças entre as classes. “Você pode fazer roupa para várias categorias”. O mercado da moda é grande, assim como o país, mas também possui uma grande concorrência, avalia Herchcovitch

Têm várias marcas brasileiras, mas também tem todas as marcas de fora que entram no país para ocupar um pouco do mercado nacional. Mas o Brasil é um grande produtor de moda e de tendência. Tem indústrias em todos os lugares”, comenta. 

Sobre o consumo, ele acredita que as pessoas estão mais conscientes na hora de colocar a mão no bolso. “Está um pouco devagar, não só no consumo de moda, mas no consumo em geral. Um pouco pela economia, a gente não sabe exatamente para onde as coisas estão indo, mas também porque o consumidor está modificando a sua maneira de consumir. Ele está saindo e não está comprando tudo a qualquer hora, ele quer saber de onde veio, por quem foi produzido, os preços. Um tempo atrás teve uma euforia de compra de moda, hoje as pessoas deram uma sossegada”. 

Ao ser questionado sobre o futuro da moda diante da nova geração de consumidores, o estilista disse que existem dois aspectos a serem considerados e afirma que estes influenciam no modo de consumo do jovem. São eles: a tecnologia e a sustentabilidade. Para ele ambos são assuntos diferentes, mas que devem se cruzar em algum momento. “ Eu acho que hoje, a criança, o pré-adolescente, o adolescente, eles estão ligados nesses movimentos. A tecnologia é algo que já faz parte do nosso dia a dia e vai estar cada vez. E a maneira como as coisas são produzidas, também são uma preocupação para o jovem. Como é produzido o que estamos usando, os móveis, se veio de uma maneira sustentável, se está agredindo, quem fabricou”, explica. O estilista que prega a sustentabilidade sempre tenta incluir de alguma maneira produtos e matérias primas que tenham práticas de confecção sustentável.  

Desfile 

Nesta quarta-feira, dia 3. Alexandre Herchcovitch esteve presente no desfile com o tema “Sentidos”, que apresentou na passarela criações de alunos do curso superior em Design de Moda da Faculdade Senac Criciúma.  

Modelos que fogem dos padrões convencionais, como idosos, portadores de síndrome de Down, diferenças de gêneros e orientação sexual, além de pessoas com deficiências físicas subiram na passarela. Os looks mostraram os costumes e hábitos dos índios. “Promover a diversidade é uma das preocupações do Senac SC na formação do profissional de moda” comenta a coordenadora do curso de Design de Moda da Faculdade Senac Criciúma Meiriele Luiz.

Os alunos reutilizaram materiais que apresentaram peças confeccionadas a partir da transformação de artigos que seriam descartados.Os estudantes ainda apresentaram a ideia de recriar, com looks que expressam a concepção de uma marca criada por eles com práticas sustentáveis. Além disso, mostraram a importância de se recomunicar à influência da cultura indígena nas criações de moda. 

Sobre AlexandreHerchcovitch

Com mais de 20 anos de carreira, Alexandre Herchcovitch é considerado um dos maiores estilistas brasileiros de renome internacional. Além de criar peças para sua própria marca, com coleções apresentadas no SPFW e Semana de Moda de Nova Iorque, o designer também assina um leque diversificado de produtos licenciados – de acessórios a linhas de homewear. Atualmente, Herchcovitch trabalha como estilista e diretor de novos negócios da À La Garçonne.