InternetData CenterAssinante

Colaboração, experiência, criatividade: como um evento pode reunir tudo isto

Os projetos Blend Market e EnTienda são exemplos de colaboração em Criciúma
Por Andressa Fabris Em 20/08/2019 às 11:02

Em 2017, em uma conversa informal, um grupo de amigos teve a ideia de reunir várias marcas em um mercado temporário para o período de Natal. A inspiração vinha da participação das marcas Roadie Co. e Brotherwood no (IN)Consciente Coletivo, de Joinville. Seria um projeto colaborativo com marcas locais, música, cervejas artesanais e arte. No recém-inaugurado Metropolitan Business Center encontraram o espaço ideal e a receptividade para uma iniciativa ousada e com pouco tempo para realizar. “Todo mundo abraçou”, lembra Daniel Donadel, sócio da Roadie Co.

Em poucos dias, 13 profissionais e marcas locais foram reunidos, estrutura montada com ajuda de amigos e família e no dia 01 de dezembro era inaugurada a EnTienda. Ao som de jazz, rock e MPB apresentados por grupos e músicos locais e também bandas de fora, a loja colaborativa funcionou até a véspera de Natal, provocando fluxo de clientes para o recém-inaugurado empreendimento. “A experiência deu tão certo que os lojistas do Metropolitan nos pediram pra ficar, mas a ideia não era essa”, conta Donadel.

Blend Market

A cerveja servida no EnTienda, em 2017, era a novata Blend Bryggeri. Em maio de 2018, ao inaugurar o próprio espaço, a marca realizava seu primeiro Blend Market reunindo 10 expositores, alguns deles participantes do EnTienda. A ideia de ter música, cerveja, gastronomia e marcas num só espaço teve adesão. No Blend Market, a organização do evento é realizada pela própria cervejaria. Um dos sócios, Rubens Angelotti, e a esposa Melissa fazem a curadoria de expositores e musical. “Precisa ter afinidade com o local”, explica Rubens. Ele conta que realizar o Blend Market vai além de provocar fluxo. “Mais que trazer novos clientes é o fortalecimento do espaço, e da marca como uma marca com consciência do coletivo. Somos seres coletivos que estamos precisando reaprender a viver em comunidade”, define. 

Cultura, convivência e experiência

Mesmo que o objetivo principal seja posicionar a marca da cervejaria e do pub, o Blend Market vem atraindo cada vez mais pessoas. Na última edição, realizada dia 18 de agosto, passaram pela cervejaria 20% mais pessoas do que no mercado anterior. “É uma iniciativa para todos, mas naturalmente vem selecionando um público com a mesma consciência que conviver em harmonia e responsabilidade é fundamental para que possamos mudar nosso entorno”, conta Rubens. Ele define o Blend Market como uma ação que envolve cultura, convivência e experiência.

Branding

A Roadie Co. e a Brotherwood, provocadoras do EnTienda em 2017, estão agora no Blend Market. O público alinhado com a marca é um dos fatores determinantes para a participação no mercado. “O impacto mais positivo é no branding”, acredita Daniel Donadel. “Na Roadie valorizamos eventos colaborativos, acreditamos na troca de experiência com outras empresas. E o Rubens ajudou a evoluir isto”, avalia. 

Mudança no modelo

A cada Blend Market, passam de 1200 a 1500 pessoas pela cervejaria, o que deve, segundo Rubens Angelotti, provocar alguma mudança no formato para limitar o público e não provocar transtornos no entorno. “Na próxima, venha de Uber ou táxi”, recomenda. Um novo Blend Market já está marcado para dia 13 de outubro.