InternetData CenterAssinante

Justiça proíbe realização de show drive-in em Criciúma

Evento aconteceria no Centro de Eventos José Ijair Conti neste sábado, dia 19
Justiça proíbe realização de show drive-in em Criciúma
Foto: Divulgação
Por Lucas Renan Domingos Em 19/06/2020 às 19:45

O juiz de direito da 2ª Vara da Fazenda Pública da comarca de Criciúma, Pedro Aujor Furtado Júnior, impediu a realização do show drive-in da dupla Bruninho e Shipe e do cantor Neguinho, que aconteceria neste sábado, dia 20, em Criciúma. O evento estava marcado para acontecer no Centro de Eventos José Ijair Conti.

A decisão atende ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), requerendo em tutela de urgência, a suspensão do evento. O MPSC argumentou que o último decreto do governador Carlos Moisés, não autoriza a realização de eventos antes do dia 5 de julho.

O despacho do juiz também suspende o decreto da Prefeitura de Criciúma que permitia a realização do show. “Um evento "drive in" acarreta sim reunião de público (por questão de lógica), ainda que as pessoas estejam dentro de carros (sabe-se lá como as pessoas chegarão e estarão dentro dos carros e circularão nos banheiros químicos), com circulação de pessoas nas áreas externas explorando a venda de alimentos e bebidas, com a exposição ainda dos músicos populares que estarão no palco”, apontou Aujor em sua decisão.

Ele ainda reforçou que “Pode-se discordar da proibição do Governador na suspensão das "atividades em cinemas, teatros, casas noturnas, museus, bem como a realização de eventos, shows e espetáculos que acarretem reunião de público", mas desobedecê-la não é possível, sob pena de se quebrar ainda mais a já trincada autoridade estatal no controle dos atos administrativos”.

Por fim, o juiz solicitou que a Polícia Militar (PM) faça cumprir a decisão que, caso seja desobedecida, acarretada em multa de R$ 50 mil aos responsáveis pelo evento.