InternetData CenterAssinante

Dentista é condenada a sete anos de prisão em regime semiaberto

O julgamento ocorreu nesta terça-feira, dia 19, no Fórum da comarca de Forquilhinha
Dentista é condenada a sete anos de prisão em regime semiaberto
Foto: Divulgação
Por Jessica Rosso Em 19/11/2019 às 20:02

A dentista, de 33 anos, que confessou ter matado o namorado, Valcionir da Rosa, de 26 anos, em 2015, foi condenada em júri popular a sete anos de prisão, em regime semiaberto. O julgamento ocorreu nesta terça-feira, dia 19, no Fórum da comarca de Forquilhinha. A ré irá recorrer em liberdade pelo crime de homicídio simples e ocultação de cadáver.

O caso

O crime aconteceu em 7 de dezembro de 2015, em Forquilhinha. Disposta a por um fim no relacionamento conturbado, segundo denúncia do Ministério Público, e após brigar com a vítima no dia anterior ao crime, a ré desferiu golpes de faca em seu namorado.

Os restos do corpo de Valcionir da Rosa só foram encontrados mais de um ano depois, em abril de 2017. Ela confessou o crime e contou para a Polícia Civil, onde havia enterrado o cadáver da vítima. A acusada enrolou o namorado em um cobertor e o enterrou em uma vala em local ermo, em Balneário Arroio do Silva, 40 quilômetros do local do crime.