InternetData CenterAssinante

Prefeitura suspende atividades esportivas; Tigre e Próspera não poderão atuar na cidade por 15 dias

Medida está prevista em decreto assinado pelo prefeito Clésio Salvaro
Prefeitura suspende atividades esportivas; Tigre e Próspera não poderão atuar na cidade por 15 dias
Foto: Thiago Hockmüller/Arquivo Engeplus
Por Thiago Hockmüller Em 03/03/2021 às 12:42

Tigre e Próspera deverão buscar outros lugares para mandar jogos nos próximos 15 dias. Nesta quarta-feira, dia 3, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, assinou decreto suspendendo atividades esportivas de contato, amadoras ou profissionais, pelas duas semanas seguintes, incluindo os jogos do Campeonato Catarinense. 

A medida também aconteceu em outras cidades que recebem o Estadual, como Chapecó e Tubarão. “Estamos vivendo o pior momento da pandemia. O estado todo está no vermelho, as pessoas estão aguardando nas filas de espera para leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid-19. Estamos adotando algumas medidas”, justificou o prefeito de Criciúma, por meio de um vídeo encaminhado pelo Departamento de Comunicação do Paço Municipal.

Criciúma e Próspera ainda não se manifestaram publicamente a respeito da medida. Cabe lembrar que o Tigre tem compromisso marcado nesta quinta-feira, dia 4, contra a Chapecoense, em partida que aconteceria no Heriberto Hülse. Ainda dentro do prazo de 15 dias, o Criciúma jogaria em casa contra o Brusque, no dia 14, pela quinta rodada. Já para o Próspera, o decreto afetará o jogo de sábado, dia 6, contra o Metropolitano, pela quarta rodada. 

Em seu pronunciamento, Salvaro afirmou ter discutido o assunto com os presidentes de Criciúma e do Próspera, Anselmo Freitas e Israel Rocha. Confira o vídeo:

UTIs lotadas

De acordo com o portal CriciúmaCovid, administrado pelo Paço Municipal com informações da pandemia na cidade, 100% dos 45 leitos de UTI SUS destinados para tratamento da Covid-19 estão ocupados. O Governo do Estado também administra um painel com a relação regional dos leitos de UTI. Segundo o relatório, o Sul conta atualmente com 199 leitos ativos, 185 estão ocupados e 97 são pacientes com Covid-19.

Em Santa Catarina, o relatório aponta para 1.570 leitos ativos, com 1.507 ocupados. São 838 unidades de terapia intensiva utilizadas para tratamentos de pacientes com Covid-19. Em todas as regiões o percentual de taxa de ocupação ultrapassa 90%.

Leia mais

Criciúma deve abrir mais dez leitos de UTI até sexta-feira

Faltam ônibus, sobram passageiros em Criciúma; Salvaro comenta lotação do transporte coletivo