InternetData CenterAssinante

Maior intervenção de mobilidade urbana em Criciúma deve iniciar nos próximos dias

Ordem de serviço foi assinada neste sábado para início das obras
Maior intervenção de mobilidade urbana em Criciúma deve iniciar nos próximos dias
Foto: Jessica Rosso Crepaldi
Por Jessica Rosso Crepaldi Em 25/09/2021 às 12:51

Na manhã deste sábado, dia 25, o Governo de Criciúma assinou e entregou a Ordem de Serviço que autoriza o início das obras da segunda etapa do Binário da Avenida Santos Dumont. Serão R$ 16,6 milhões de investimento. O contrato prevê pavimentação, urbanização e implantação de obras de arte especiais. Essa é a maior intervenção de mobilidade urbana já feita no Município, conforme afirmou a engenheira técnica Kátia Smielevski, durante a apresentação do projeto para autoridades e comunidade em ato oficial realizado na Mina de Visitação Octávio Fontana. 

A empresa responsável pela obra é a Setep Construções, e o prazo é de 24 meses, mas como já adiantado pelos representantes do município durante o ato, essa etapa deve ser entregue em 18 meses. O prefeito Clésio Salvaro destacou que se trata do primeiro viaduto da cidade de Criciúma. “Vai melhorar de forma significativa o trânsito em nossa cidade”, afirmou o prefeito. 

O Binário da Avenida Santos Dumond é uma das obras que estão sendo executadas com recursos da operação de crédito externo junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), no valor de US$ 17,2 milhões. 

Desvios

Por conta das obras, a Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT), trabalha com um projeto que consiste em desvios pela localidade, para o acesso de veículos e pedestres. A informação inicial é de que os caminhos alternativos sejam usados pelo período de um ano. 

“É uma obra que vai ficar para a história de Criciúma e com certeza vai trazer alguns transtornos, mas que são necessários, e vai ter todo um apoio do nosso Governo, até porque é um pedido do nosso prefeito Clésio Salvaro, para dar atenção aos comerciantes dessa envergadura, mas com certeza a região do São Luiz vai desenvolver muito com essa obra”, disse o secretário de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Tita Belloli.

A moradora Nídia Luzia Mazuco Vendramini é sócia proprietária do Ponto das Baterias, que fica na localidade onde as obras irão ocorrer. “Ficamos bem no início da obra, onde vai ter o entroncamento das faixas e vamos ser afetados sim, mas entendo que é pelo bem de Criciúma”, afirmou. A comerciante explica que por conta da desapropriação, a loja onde está hoje será derrubada, e que o empreendimento irá para a parte de trás. “Gostaria que as pessoas que são nossos clientes continuem sendo, vamos trabalhar o tempo todo com tele-entrega, isso começou no início da pandemia, mas para os clientes que querem ir na loja, iremos continuar ali no mesmo ponto. Outra filial da loja fica localizada na Avenida Luiz Lazzarin, no bairro Operária Nova.

 

Elevado e trincheira

Entre as obras  que serão executadas está a construção de um elevado no entroncamento da Avenida Desembargador Pedro Silva com a rodovia Luiz Rosso, e também uma trincheira (escavação linear no solo) na rua Carlos Pinto Sampaio, sob a Avenida Luiz Rosso.

Colaboração: Simone Costa