InternetData CenterAssinante

Governo estuda criar nova Política Hospitalar Catarinense; HSJosé pode ser beneficiado

Carlos Moisés anunciou que repasses para hospital de Criciúma deverão aumentar
Governo estuda criar nova Política Hospitalar Catarinense; HSJosé pode ser beneficiado
Foto: Thiago Hockmüller/Arquivo/Portal Engeplus
Por Lucas Renan Domingos Em 05/09/2021 às 16:20

Em sua última visita a Criciúma, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, anunciou notícias positivas para o Hospital São José (HSJosé). Além de assinar um termo de entrega de R$ 2 milhões para a unidade, referentes ao custeio para enfrentamento de Covid-19, Moisés afirmou que os repasses mensais para o hospital podem ser ampliados.

É que o Governo de Santa Catarina está atualizando a Política Hospitalar Catarinense e o HSJosé poderá ser beneficiado. Na última revisão do modelo, em 2019, a unidade acabou perdendo recursos, por ter sido reenquadrada como hospital de porte quatro. Com isso, instituição deixou de receber mais de R$ 1,8 milhões por ano.

“Estamos fazendo um estudo em parceria com a Assembleia Legislativa de Santa Catarina e com as associações dos hospitais filantrópicos e privados para em breve apresentarmos a nova política hospitalar. O Hospital São José, atualmente, está em nível quatro, mas a sua classificação poderá ser revista para o porte cinco e receber o teto de repasse, que é de R$ 2 milhões por mês”, disse o governador.

Por ano, o Governo de Santa Catarina repassa mais de R$ 300 milhões aos hospitais filantrópicos, sendo que o HSJosé recebe R$ 1 milhão mensal. Com a nova política, este valor deve ser ampliado. “Teremos mais hospitais recebendo recursos para ofertar mais atendimento aos cidadãos”, pontuou o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.