InternetData CenterAssinante

Fiesc promove diálogo com empresários do ramo têxtil no Sul

Representantes se reuniram para debater ações e análises do segmento na região
Fiesc promove diálogo com empresários do ramo têxtil no Sul
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 10/10/2021 às 12:15

Um diálogo em busca de reflexões, análises e discussões a respeito dos segmentos têxtil, de confecção, couro e calçados foi promovido na sexta-feira, dia 8, no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em Criciúma. O encontro reuniu diversos empresários e representantes do ramo sediados no Sul do Estado.

Esteve presente na ocasião, além de empresários dos segmentos que envolvem a moda, o presidente da Câmara de Desenvolvimento da Indústria Têxtil, Confecção, Couro e Calçados de Santa Catarina, Giuliano Donini. A entidade, que está ligada à Fiesc, tem como objetivo defender os direitos do setor, fomentar a integração da cadeira produtiva, refletir e colaborar com projeto estratégicos, e entre outros.

“A Câmara tem esse papel de ser uma articuladora do setor no próprio Estado. Ela não tem objetivo de protagonizar nada, apenas tem a ambição de dar voz. E entendendo que a entidade representa a Federação das Indústrias e a própria instituição tem olhado para esse segmento de uma maneira especial nessa atual gestão, reconhecendo a relevância de um ramo com absoluto destaque, tanto em geração de impostos como de empregos, entendemos que ainda temos muito espaço para desenvolver”, comenta Donini.

O encontro foi idealizado com o objetivo de entender as demandas do setor e traçar planos futuros para contribuir com o desenvolvimento. “Queremos que a Câmara consiga estabelecer um diálogo entre os polos regionais, para que a gente possa fazer uma discussão estrutural desse setor e ver como a própria Fiesc pode apoiar naquilo que for cabível. A ideia é fazermos reuniões regionalizadas para termos uma participação mais ativa dos empresários e entender melhor as necessidades”, acrescenta o presidente.

A participação dos empresários durante o diálogo foi essencial, tendo em vista a importância do setor para o aquecimento da economia no Sul. “O segmento está passando por um momento bom. A retomada, apesar de ser vagarosa, já está em atividade total. O mais importante é que recebemos uma pessoa da Fiesc a nível de Estado para ouvir as nossas reivindicações e melhorias para dar continuidade nesse aprofundamento do setor têxtil, que está passando por uma transformação muito rápida. É muito interessante que tenha esse contato, essa troca de informações entre as indústrias de confecção”, analisa o presidente do Sindicato da Indústria do Vestuário do Sul Catarinense (Sindivest), André Maurício Spader.

Para a gerente-executiva do Sesi Senai Regional Sul e Litoral Sul, Graziela da Silva Branco, “momentos como este de hoje contribuem para o avanço do desenvolvimento do setor, que é o maior empregador do estado e da Regional Sul, e que de forma organizada, poderá evoluir cada vez mais olhando para toda a cadeia e o seu ecossistema de inovação. É foco da Fiesc defender os interesses da indústria, e com certeza poderemos colaborar muito para o avanço deste setor tão importante para o estado e para a região, também por intermédio das nossas casas Sesi, Senai e IEL”, pontua.