InternetData CenterAssinante

Estado direciona 500 policiais militares para fiscalização das medidas preventivas

No Sul catarinense, 44 novos policiais militares estão atuando na fiscalização
Estado direciona 500 policiais militares para fiscalização das medidas preventivas
Foto: Thiago Hockmüller/Arquivo Engeplus
Por Thiago Hockmüller Em 26/02/2021 às 09:54

Após anunciar um novo decreto com medidas preventivas e de combate ao novo coronavírus, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, anunciou o destacamento de 500 policiais militares para atuarem exclusivamente na fiscalização do cumprimento das novas normas. O comunicado foi feito por meio de um vídeo institucional divulgado pela Secretaria Executiva de Comunicação (Secom).

De acordo com Moisés, as novas regras e medidas definidas pelo Estado foram debatidas juntamente com os prefeitos das cidades catarinenses. “Com o agravamento agora em fevereiro, seguimos agindo. Depois de ouvir prefeitos das maiores cidades, anunciamos ações conjuntas. Além disso, continuamos abrindo leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Em um ano criamos 920 novos leitos de UTI adulto, um incremento de 160%”, explicou.

No Sul catarinense, 44 novos policiais militares estão atuando na fiscalização. O novo decreto suspende o funcionamento de serviços não essenciais das 23 horas desta sexta-feira, dia 26, até as 6 horas de segunda-feira, dia 1º de março. 

“Só nos últimos dias abrimos mais de 160 leitos de UTI, mas a demanda só cresce. Logo depois de abertos, todos são rapidamente ocupados. O novo quadro que se apresenta é extremamente grave, não só em SC, mas praticamente em todos os estados brasileiros. Por isso é fundamental que tomemos medidas ainda mais duras, pois a vida dos catarinenses não tem preço”, alertou o governador.

Vacinas

Ao todo, o estado recebeu na quarta-feira, dia 24, o total de 107.700 doses: 59.500 da vacina Oxford/AstraZeneca e 48.200 doses Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan. Estes imunizantes já foram distribuídos para as regionais de saúde do estado. Em contrapartida, o governador explica que o Estado possui R$ 300 milhões em caixa, reservados para a compra de imunizantes e que já está em tratativas para efetuar a aquisição.

“Assim que for possível fazer a compra direta de vacinas, nós já estamos prontos para agir. Temos R$ 300 milhões reservados e tratativas com diversos fabricantes, só aguardando uma liberação do Ministério da Saúde. Já superamos muitos desafios porque estivemos juntos. Ser catarinense é ser sinônimo de superação. É por isso que tenho certeza que juntos vamos vencer mais esta batalha”, ponderou.

Confira o vídeo divulgado pela Secom: