InternetData CenterAssinante

Em 2020, mais de 1,6 mil proprietários de lotes abandonados foram notificados em Criciúma

A Prefeitura emitiu 317 autos de infração nos últimos 12 meses
Em 2020, mais de 1,6 mil proprietários de lotes abandonados foram notificados em Criciúma
Foto: Rafaela Custódio / Portal Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 08/01/2021 às 08:51

A Divisão de Fiscalização Urbana (DFU) de Criciúma notificou 1.618 proprietários de terrenos abandonados em 2020 por falta de limpeza nos lotes. Destes, 317 sofreram autos de infração.

Segundo o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Aldinei Potelecki, a partir do recebimento da denúncia, a ouvidoria do município encaminha ao setor responsável que realiza a análise da denúncia. Realizada a fiscalização e constatada a irregularidade, o município concede um prazo ao proprietário para sanar o problema. Após as fiscalizações, os funcionários relatam a situação dos terrenos, os proprietários são notificados e possuem até 20 dias para a limpeza. Se o prazo não for cumprido, o dono é autuado. As autuações poderão ser recorridas, se necessário. 

Problemas no bairro Brasília 

A moradora do bairro Brasília, Maria Aparecida Goulart mora há 30 anos na localidade. Ela comenta que o terreno ao lado de sua residência, na rua Maceió, está abandonado e trazendo muitos ratos, baratas e outros tipos de insetos para sua morada. “Estamos ligando para a Prefeitura desde outubro e nada foi realizado. Temos protocolos, porém não serve para nada. Tenho um neto pequeno e estamos preocupados com a situação, pois estão entrando muitos bichos nas residências próximas do terreno”, relata. Segundo a DFU, o proprietário do terreno ja foi notificado e multado. 

Leia mais sobre: