InternetData CenterAssinante

Diretoria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação apresenta projetos para entidades

Iniciativa deve auxiliar as empresas ligadas à área na cidade
Diretoria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação apresenta projetos para entidades
Foto: Divulgação/Decom
Por Redação Engeplus Em 14/01/2021 às 13:58

A Diretoria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação do Governo de Criciúma, inicia o ano de 2021 realizando visitas a todas as entidades que contribuem para o crescimento da área no município. Um dos encontros foi com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) onde foram apresentados projetos como Centro de Planejamento Urbano, Novo mapeamento de nascentes, Aprova Digital, Execução do Pedem, Edital Inova Criciúma e Programa Mão na Roda.

“Estamos nos colocando à disposição para receber demandas das entidades e reforçar o compromisso da diretoria. Vamos continuar com projetos já existentes e aplicar novos, que irão beneficiar a todos”, reforçou o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Aldinei Potelecki.

O presidente da CDL, Tiago Marangoni, aprovou o encontro e as ideias apresentadas. “A reunião foi essencial para que trocássemos experiências em relação à digitalização e humanização de processos. Facilitar o atendimento ao consumidor e contribuinte é uma diretriz que será trabalhada na CDL e também na prefeitura, por isso a importância de compartilhar aprendizados”, afirmou. Confira os projetos da Diretoria para os próximos anos:

Centro de Planejamento Urbano

A criação do Centro visa modernizar e desburocratizar toda a parte de liberação de alvarás relacionados à construção, reformas e habite-se. Agora, os serviços das Divisões de Planejamento Físico e Territorial (DPFT), de Parcelamento de Solo (DPS), de Fiscalização Urbana (DFU) e de Planejamento Urbano (DPU) estão em um só local.

A decisão vai em conformidade com a Lei de Direitos da Liberdade Econômica aprovada pelo presidente Jair Bolsonaro, relacionada à questão urbanística. “Temos de pensar que as pessoas que estão construindo uma casa, por exemplo, condomínio são empreendedores. Gerando empregos e movimentando a economia”, frisou Potelecki.

Novo mapeamento de nascentes

O mapa oficial de nascentes do município é de 1960. Com a atualização do mapeamento, novos empreendimentos que estão com o processo interrompido irão poder sair do papel, com foco para implantação de novas áreas industriais.

“A lei nº 4.771 do Código Florestal, determina a conservação das nascentes e áreas de preservação permanente, num raio de 50 metros. Não sendo permitido construções”, reforçou o coordenador da Casa do Empreendedor, Agenor Brunel.

Aprova Digital

Seu objetivo é oferecer aos profissionais da área de arquitetura e engenharia da Prefeitura de Criciúma, uma plataforma de elaboração e encaminhamento de projetos, tudo de forma online. O processo irá agilizar a liberação de alvarás do Centro de Planejamento Urbano. “Ainda está em fase de implantação. Com o programa contratado, vamos treinar o pessoal para que o funcionamento ocorra a partir de fevereiro”, disse o diretor.

Execução do Pedem

Na primeira etapa do Plano de Desenvolvimento Econômico de Criciúma (Pedem), foi identificado através de um estudo, cinco eixos da cidade: cerâmica, moda, comércio, tecnologia e construção civil. Foram ouvidos mais de 100 empresários da cidade, cuja opinião foi essencial para a elaboração do Plano, que garante o desenvolvimento econômico, ecológico e social.

A partir de março inicia a execução, incluindo um sexto eixo transversal, o da Educação Empreendedora, voltada para os alunos da Rede Municipal de Ensino.

Edital Inova Criciúma

Lançado em 2019, junto com o Fundo Municipal de Inovação (FMI), o edital do Inova Criciúma disponibiliza às startups e pequenas empresas o financiamento de dez projetos inovadores, por meio de recurso de R$ 250 mil do Fundo. A previsão é de que o segundo edital seja lançado neste ano.

Programa Mão na Roda

O programa possibilita o acesso ao microcrédito, incentivando a geração de emprego e renda aos Microempreendedores Individuais (MEIs), empreendedores de Micro e Pequenas Empresas e profissionais autônomos que serão incentivados a formalizarem suas atividades. O projeto foi parado por conta da pandemia e será retomado neste ano, com parceria de uma empresa de microcrédito.

Colaboração: Natasha Monteiro/Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Criciúma