InternetData CenterAssinante

Alunas do Senai Criciúma estão classificadas para concurso nacional

Estudantes desenvolveram projeto com processos de lavanderia que não agridem o ambiente
Alunas do Senai Criciúma estão classificadas para concurso nacional
Por Redação Engeplus Em 21/02/2021 às 18:58

A preocupação com os impactos que a indústria têxtil pode deixar no meio-ambiente já é uma realidade dentro de muitas empresas. O Desafio Senai de Projetos Integradores reúne estudantes de todo país para resolver problemas encontrados na indústria. Foi pensando nisso, que alunas do curso de Design de Moda SENAI/Unesc e técnico em modelagem desenvolveram o Eco Art Botânico, um projeto que reúne processos para levar cor, estampa e vida para os produtos de moda, através do tingimento natural e da estamparia botânica. A ideia garantiu uma vaga para a etapa nacional do desafio.

O projeto foi desenvolvido pelas alunas Josiane Vieira Bortolin, Kelli Pereira Teresinha e Luciani Gil com a supervisão da professora e orientadora, Maria Julia Dassoler. “A sustentabilidade tem ganhado notoriedade nos últimos tempos, nós como designs e pesquisadores, precisamos ir atrás de novas formas e possibilidades, fugir daquilo que já se conhece como sustentabilidade na moda. O processo de lavanderia é algo que polui muito, então acho que esse foco que pesquisamos, de utilizar recursos que não agridem o meio-ambiente, é algo muito importante. Penso que, se as lavanderias começassem a olhar para essas técnicas, poderíamos evoluir muito e começar a trabalhar a moda de uma forma diferente. Nós acreditamos que, através dessas técnicas, produtos e processos, o impacto será muito menor”, destaca a professora.

As alunas aguardam pelo resultado da etapa nacional que deve ser divulgado nos próximos dias:

“Essa experiência agregou muita bagagem para nós acadêmicas. Além disso, a parte mais importante nesse processo foi a possibilidade que tivemos em levar para a indústria um pensar novo, uma inovação que apesar de estar no início da caminhada irá gerar benefícios para o meio ambiente através dos meios  sustentáveis desenvolvidos para a produção”, Josiane Vieira Bortolin (5ª fase do curso de Design de Moda SENAI/Unesc).

“O processo de desenvolvimento do projeto foi enriquecedor, pois tivemos a oportunidade de aprimorar ainda mais os conhecimentos obtidos durante o curso, aplicando diferentes técnicas e produtos, na expectativa de como seria o resultado final”, Kelli Pereira Teresinha (7ª fase do curso de Design de Moda SENAI/Unesc).

“Está sendo uma experiência muito prazerosa, nosso esforço, estudo e tempos dedicados ao projeto e ser prestigiado e reconhecido por isso é muito gratificante. Com certeza será algo que iremos levar para nossa vida, experiência e amigos conquistados durante o percurso”, Luciani Gil (técnico em modelagem SENAI).

O SENAI Criciúma tem buscando trazer os estudantes para a realidade e demanda atual das indústrias, um diferencial da instituição. “Esta classificação reflete o que buscamos na formação de nossos profissionais, que precisamos formá-los de forma integral. A preocupação com o meio ambiente é algo que está muito presente em nossas discussões, é nosso dever e nosso compromisso com a sociedade apresentarmos alternativas sustentáveis na cadeia da moda. Nossa participação no projeto DSPI representa este olhar de comprometimento da moda para com o meio ambiente, integrando a instituição de ensino com a realidade industrial de nossa região”, ressalta a supervisora de graduação e pós-graduação e coordenadora de educação profissional do SENAI, Charlene Vicente Amâncio Nunes.

Instituição está com matrículas abertas  

Neste momento, as aulas práticas serão presenciais e as teóricas de modo online. Os interessados podem agendar uma visita pelo telefone (48)3431-7100, e conhecer a infraestrutura dos cursos que a instituição oferece. As aulas iniciam no dia 1º de março.