InternetData CenterAssinante

Sucesso na primeira competição, eSport da Unesc abre portas para outras modalidades

Competição de Counter-Strike é a pedida número um dos estudantes
Sucesso na primeira competição, eSport da Unesc abre portas para outras modalidades
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 02/06/2020 às 13:10

Com torcida, mais de cem espectadores na transmissão ao vivo na Twitch e uma disputada final, a Liga Unesc de League of Legends chegou ao fim. Com todos os ingredientes de uma grande competição, o primeiro evento de eSport da Unesc foi conquistado pela equipe “SuperNanny Fabulous”, que venceu o time “Rafiri e seus capangas".

A Liga teve início no último sábado, dia 30, com 16 times inscritos. Em dois dias de competição, foram mais de 45 partidas disputadas, totalizando quase 25 horas de jogos.  “A Universidade soube reconhecer este mundo em potencial, e mostra isso se inserindo de forma sublime no cenário, deixando portas abertas para que cada vez mais se leve em conta o entendimento deste universo digital”, enaltece o assessor de Inovação da Unesc, Christian Engelmann.

Com o sucesso da primeira competição, outras modalidades de eSport já são lembradas pelos estudantes. Nos planos da Aditt (Agência de Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia), uma competição de Counter-Strike, com o popular CS:GO, pode estar no calendário em breve. 

“O campeonato repercutiu positivamente para o público interno e externo à Unesc, e sabemos com certeza disso. Já temos dezenas de pessoas nos pedindo a realização dos próximos e a expansão da proposta de eSport para mais modalidades”, salientou Engelmann.

Engajamento 

Com mais de 60 participantes, o engajamento da comunidade foi maior que o esperado. Segundo Engelmann, a participação de trabalhos voluntários foi fator fundamental para o sucesso da competição. “Tivemos importantes apoiadores, como o narrador e acadêmico de Ciência da Computação, Murilo Leffa

Ele foi responsável por uma transmissão de qualidade, mostrando propriedade e domínio. Também contamos com um trabalho muito ágil e bonito para a elaboração das artes, vídeos de transição e chamadas, do acadêmico de Psicologia Murilo Candido”, agradece o assessor.

Em destaque, a AAACT (Associação Atlética Acadêmica Cavalo de Tróia), do curso de Ciência da Computação, liderou a organização prévia e foi responsável pela condução do campeonato.

Leia mais sobre: