InternetData CenterAssinante

Siserp protesta em frente à prefeitura e Clésio Salvaro chama manifestantes de 'petezada'

Servidores reclamavam de corte de diretos; prefeito se manifestou nas redes sociais
Siserp protesta em frente à prefeitura e Clésio Salvaro chama manifestantes de 'petezada'
Foto: Divulgação/Siserp
Por Lucas Renan Domingos Em 14/09/2020 às 17:12

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Criciúma (Siserp) esteve nesta segunda-feira, dia 14, em frente ao Paço Municipal Marcos Rovaris para protestar contra o prefeito Clésio Salvaro. Os sindicalistas reclamavam de corte de direitos dos servidores.

“O governo gosta muito de atacar aqueles que são contra ele. É um governo que pensa só em si. Corte das gratificações e das aposentadorias. Não repasse da parte patronal para o Criciumaprev. Aumento do valor da alíquota de contribuição de 11% para 14%, só dos servidore. E depois diz que o Criciumaprev vai falir. Todos os prefeitos que passaram por aqui, estão dando calote no instituto. E o prefeito Clésio Salvaro continua fazendo”, elencou Reginaldo de Oliveira, presidente do Siserp ao falar sobre os motivos do protesto.

Oliveira ainda acentuou as críticas ao prefeito. “Contra esse governo, denúncia no Ministério Público e processo não é novidade. Foi assim com o caso da Afasc, do desvio da carne. Lá não era servidor público. É terceirizado. Lá está a primeira dama, os cabos eleitorais de prefeito e vereadores. Escândalo de processo de compra de lâmpadas de Led, com R$ 35 milhões que foram desviados. Neste processo não tem servidor público, são os cabos eleitorais do prefeito que fraudam a licitação”, acrescentou.

A resposta de Salvaro

Nas redes sociais, o prefeito Clésio Salvaro deu resposta ao prostesto do Siserp. Para ele, a manifestação foi “puramente eleitoreira”. E ainda classificou os servidores que participaram do ato como “petezada”, se referindo ao Partido dos Trabalhadores (PT).

“Segunda-feira dia de trabalhar, certo? Errado, para o sindicato! Qual a reivindicação? Nenhuma, puramente eleitoreira! Empregos garantidos, salários em dia. Lembrando que os bons servidores estão trabalhando e com certeza são a maioria! Vão trabalhar 'petezada'!”, escreveu Salvaro.