InternetData CenterAssinante

Serventes e estagiários da Educação passam por formações online

Capacitações são voltadas à saúde mental, obesidade, imagem pessoal e outros temas
Serventes e estagiários da Educação passam por formações online
Foto: Divulgação/Decom
Por Redação Engeplus Em 12/07/2020 às 14:10

Em um momento difícil e desconhecido, debates sobre o cuidado pessoal e mental entram em evidência. Formações sobre o integral do ser humano em suas especificidades é o foco da Secretaria Municipal de Educação. Serventes escolares e estagiários terão capacitações online durante todo o mês de julho. 

Na última quinta-feira, dia 9, foi a vez da ‘Criança e adolescentes: sensibilização com “a causa” das violências’, ministrada pela especialista do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), Fernanda Maia.

Os encontros são realizados por meio do canal do Youtube do órgão municipal. A iniciativa tem parceria com a Secretaria da Assistência Social e Habitação. Conforme a especialista em assuntos educacionais da Secretaria Municipal de Educação, Simoni Gonçalves, a intenção é dar continuidade ao cronograma de formações continuadas, mas com assuntos voltados para a humanização.

"Anteriormente, seriam capacitações mais técnicas, porém devido à pandemia, pensamos em realizar formações mais humanizadas para as serventes e os estagiários. É um momento de integrá-los também ao momento que a Educação vive, de integrá-los ao mundo digital e ter experiências como os professores e os alunos”, explicou.

A rede municipal conta com 298 serventes e 650 estagiários. As formações iniciaram no começo do mês, já ocorreu duas capacitações, ‘Estresse e Saúde Mental em tempos de pandemia’, com as psicólogas Deise Patrício Dalpozzo e Andreia Paraol Daminelli e ‘A importância da imagem pessoal’, ministrada pela voluntária Érica Ostrowski

“Ficamos muito felizes que eles estão participativos, perguntam e contam suas histórias. Além de ser um momento para autorreflexão e conhecimento, é também uma forma de compartilhar suas experiências com os colegas”, frisou a secretária municipal de Educação, Cristiane Uliana Fretta.

Como ocorreu com a servente do Centro de Educação Infantil Municipal (CEIM) Gardina Minatto Cechinel, Maria Albertina Dias Beninca, que passou por momentos difíceis na família no ano passado. 

“Quando você passa por situações assim, você pensa que é fraca, mas o que as psicólogas falaram caiu como uma luva, que eu tinha que passar por aquilo e que eu tinha que me tratar. Eu ainda estava chorando, mas no começo da semana senti que tinha que passar pelo luto”, relatou. “A outra capacitação também deu um up na vida da gente, que precisamos nos cuidar, sim. Passar um creme, passar um perfume e fazer exercício físico”, concluiu.

Próximas formações

Os próximos assuntos serão alimentação saudável, obesidade x Covid-19, quem és deixa marca, como será a retomada ao novo normal na prática. Segundo a especialista em assuntos educacionais, se as aulas não retornarem em agosto, conforme o decreto do Governo do Estado, as formações continuarão ocorrendo.

Colaboração: Ana de Mattia/Decom

Leia mais sobre: