InternetData CenterAssinante

Segunda etapa da pesquisa científica sobre Covid-19 em Criciúma será realizada na próxima semana

Nova fase inicia no dia 5 de maio; primeira etapa identificou 11 casos de coronavírus
Segunda etapa da pesquisa científica sobre Covid-19 em Criciúma será realizada na próxima semana
Foto: Fabrício Júnior/Decom/Arquivo
Por Rafaela Custódio Em 27/04/2020 às 08:41

A Prefeitura de Criciúma em parceria com a Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) inicia a partir do dia 5 de maio a segunda etapa da pesquisa científica sobre Covid-19 na cidade. Na primeira fase, foram realizados 500 testes de forma aleatória e foram diagnosticados 11 casos de Covid-19, sendo nove mulheres e dois homens.

Os testes rápidos foram aplicados nos bairros Centro, Próspera, Pinheirinho, Quarta Linha, Rio Maina e Santa Luzia. Conforme a pesquisa, das 11 pessoas diagnosticadas, apenas uma está curada, sendo que 50% eram assintomáticos e 50% eram sintomáticos. 

De acordo com a bioquímica responsável técnica e coordenadora do Laboratório Municipal de Criciúma, Andréa Goulart de Oliveira, todas os bairros de Criciúma serão acolhidos na próxima etapa, porém um sorteio ainda deverá ser realizado pelo matemático e doutor em Ciências da Saúde da Unesc, Kristian Madeira

“Segundo pesquisas, os testes devem ser realizados depois de 14 dias da primeira coleta e por isso realizaremos a partir do dia 5 de maio a segunda fase da pesquisa”, relata Andréa. 

A pesquisa científica pretende verificar relações entre variáveis demográficas e positividade para a doença, analisar o perfil epidemiológico dos moradores estudados e identificar associação entre os testes aplicados e comorbidades e morbidades. A iniciativa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Unesc, reconhecido pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), ligada ao Conselho Nacional de Saúde (CNS), do Ministério da Saúde. 

Em entrevista ao jornalista João Paulo Messer, da Rádio Eldorado, o secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande informou que a pesquisa é totalmente segura. “Os números revelam nossa preocupação sobre a transmissão comunitária. Todo cuidado ainda é pouco e os bloqueios foram feitos na hora certa e as ações de Criciúma foram positivas. O prefeito de Criciúma [Clésio Salvaro] está certo em manter os Centros de Triagem”, analisa. 

Confira os primeiros números da pesquisa científica:

Testes rápidos aplicados: 500

Pessoas diagnosticadas com Covid-19: 11

Mulheres diagnosticadas com Covid-19: 9 (53%)

Homens diagnosticados com Covid-19: 2 (47%)

Casos de Covid-19 por macrorregiões:

Centro: 3

Santa Luzia: 3

Próspera: 2

Pinheirinho: 1

Quarta Linha: 1

Rio Maina: 1

Casos de Covid-19 por faixas etárias:

0 a 4 anos: 0

5 a 9 anos: 1

10 a 14 anos: 1

15 a 24 anos: 1

25 a 34 anos: 4

35 a 44 anos: 1

45 a 59 anos: 0

60 ou mais: 3