InternetData CenterAssinante

Projae: atividades esportivas em formato remoto completam cinco meses

No contraturno escolar, alunos do 3º ao 9º ano, participam de atividades recreativas
Projae: atividades esportivas em formato remoto completam cinco meses
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 20/11/2020 às 13:15

As atividades no contraturno escolar são uma fonte de distração e divertimento para os estudantes que estão em casa. Assim são as aulas remotas do Programa de Jornada Ampliada Escolar (Projae), que está prestes a completar cinco meses. Participam os alunos das escolas municipais, do 3º ao 9º ano, que recebem, semanalmente, atividades lúdicas envolvendo as modalidades de voleibol, futsal, basquetebol, tênis de mesa e xadrez. O encerramento está marcado para o dia 30 de novembro.

Conforme o coordenador do Projae, Fábio Bittencourt, a interação dos alunos é frequente durante as mais de 20 aulas postadas no Google Classroom. Mesmo com os bons resultados desse ano, o coordenador está pensando no ano que vem. “Hoje, o programa atende 17 escolas, mas queremos ampliar para 25. As diretoras das escolas municipais nos solicitam para participar. Atendíamos dois mil estudantes antes da pandemia, e queremos ampliar para 2,7 mil alunos”, frisou.

Atividades lúdicas

Os professores do Projae optam por passar atividades lúdicas, voltadas para as brincadeiras. Com vídeos e textos, os profissionais demostram e explicam a forma de realizar as atividades. A ideia é que o aluno utilize os materiais que estão disponíveis em sua casa.

“No xadrez, eles confeccionaram os tabuleiros e as peças com materiais recicláveis, assim eles já vão aprendendo quais são as peças do jogo, os nomes e vão aprendendo a jogar com seu próprio tabuleiro”, explicou o professor do Projae, Paulo David de Souza. “Entre as modalidades, eles gostam mais do xadrez, vimos um grande desenvolvimento dos alunos, e eles também gostam de futsal, masculino e feminino”, acrescentou.

Muitos alunos também descobriram o gosto pelo esporte durante as aulas, como no caso do aluno do 5º ano, Thiago Alexandre Januário, que aprendeu a gostar de voleibol com as aulas de toque e manchete. “Eu gostei e aprendi bastante. Estou participando das aulas desde que começou, e quero continuar no ano que vem”, comentou o aluno.

Sede do Projae

A sede do Projae foi inaugurada em junho desse ano, mas devido à pandemia da Covid-19, os trabalhos estão ocorrendo de forma online. O espaço tem salas para danças e lutas, uma sala para tênis de mesa, uma sala para xadrez, o ginásio de esportes, auditório e sala de formação. Localizada no bairro Tereza Cristina, o local poderá receber 120 alunos diariamente.

Leia mais sobre: