InternetData CenterAssinante

Prefeitura fiscaliza aglomerações em filas de agências bancárias e estabelecimentos em Criciúma

Duas agências de instituições financeiras e uma clínica médica foram autuadas
Prefeitura fiscaliza aglomerações em filas de agências bancárias e estabelecimentos em Criciúma
Foto: Divulgação/Decom
Por Redação Engeplus Em 08/08/2020 às 13:40

Nessa sexta-feira, dia 7, por conta do descumprimento de regras estabelecidas pelo decreto municipal n° 815/2020, que pretende fortalecer a prevenção e o combate à Covid-19, a Administração Municipal, por meio da Vigilância Sanitária de Criciúma, emitiu autos de infração para duas agências bancárias e uma clínica médica. Localizados na região central de Criciúma, os estabelecimentos não cumpriram as regras de distanciamento mínimo de 1,5 metro entre pessoas em filas.

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária de Criciúma, Samuel Bucco, em virtude da falta de controle em filas, os locais registraram aglomeração de pessoas. “Os fiscais estiveram nos estabelecimentos e constataram que a fila nas agências bancárias e na clínica médica estavam longas, sem o controle de distanciamento entre os cidadãos. Nós reforçamos que é essencial que as pessoas compreendam o momento difícil que atravessamos e cumpram as regras, utilizando máscaras, fazendo a higiene das mãos e respeitando o distanciamento”, explica.

Horário especial das agências

No Brasil, para atender os cidadãos durante a pandemia de Covid-19, as agências bancárias das principais instituições financeiras passaram a funcionar em horário especial. A Caixa Econômica Federal atende o público das 8h às 14h, enquanto as agências do Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander funcionam das 9h às 14h. “Muitas pessoas que precisam dos serviços bancários não sabem que algumas agências mudaram os horários de atendimentos ao público e acabam se aglomerando nas instituições, favorecendo a disseminação da doença”, comenta o coordenador.

Em Criciúma, o descumprimento das regras descritas no decreto municipal n° 815/2020, como a obrigatoriedade do uso de máscara, proibição de aglomerações de pessoas, respeito ao distanciamento e proibição de festas e eventos particulares, pode gerar multas que variam de R$ 1,9 mil a R$ 5,8 mil, além de processo criminal por descumprimento das medidas de combate ao novo coronavírus.

Solicitação à Febraban

Na última terça-feira, dia 4, o Governo de Criciúma encaminhou uma solicitação à Federação Brasileira de Bancos (Febraban) para que as agências bancárias e lotéricas do município ampliem o horário de atendimento aos cidadãos, evitando filas e aglomerações de pessoas. “Muitas agências bancárias estão registrando grandes filas, auxiliando na disseminação do vírus. Com a ampliação do horário de atendimento, as pessoas serão melhor distribuídas durante o expediente das instituições financeiras. Estamos aguardando a resposta da Febraban”, pontua o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

Leia mais sobre: