InternetData CenterAssinante

Prefeitura de Tubarão decreta situação de emergência em razão da estiagem

O decreto de emergência será assinado ainda nesta quarta-feira
Prefeitura de Tubarão decreta situação de emergência em razão da estiagem
Foto: Divulgação/Prefeitura de Tubarão
Por Rafaela Custódio Em 22/04/2020 às 09:35

A prefeitura de Tubarão irá decretar nesta quarta-feira, dia 22, situação de emergência em razão da estiagem no município. A Tubarão Saneamento indicou que o município realize o prolongamento de uma barreira, que serviu de acesso de caminhões durante a execução da nova ponte em frente à Unisul. Este prolongamento servirá como barreira física no leito do Rio Tubarão, dificultando o avanço da água salobra em direção à captação. A medida já foi submetida aos órgãos ambientais e, se aprovada, pode diminuir o avanço da água salobra, permitindo o retorno deste parâmetro a sua normalidade.

“A região está sofrendo com um volume baixo de chuvas, principalmente na região da serra, parte alta da bacia hidrográfica do rio Tubarão. Este volume menor de água doce acaba permitindo que a cunha salina avance, chegando ao nosso município”, ressalta o diretor da Tubarão Saneamento, Marcelo Matos.

O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, comenta que o decreto de emergência será assinado ainda hoje. “Diante dos fatos apontados pela concessionária devemos assinar o decreto de emergência nesta quarta-feira, ao tempo em que já começamos os procedimentos para conseguir as autorizações necessárias para conseguirmos realizar a barreira paliativa no leito do rio, próximo à Unisul”, enfatiza. 

A Tubarão Saneamento reforça que a água tratada, distribuída à população tubaronense, continua dentro dos parâmetros de potabilidade exigidos pelo Ministério da Saúde. “Os estudos realizados concluem que não haverá efeitos para os locais abaixo, uma vez que, com a elevação do nível do rio, os volumes de água seguirão o curso normal, de modo que não ocasionará qualquer limitação de vazão. Além disso, qualquer intervenção não implicará em supressão de vegetação”, finaliza o diretor.

Colaboração: Prefeitura de Tubarão 

Leia mais sobre: