InternetData CenterAssinante

Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Urussanga tem futuro projetado

O estudo apresenta um panorama do cenário atual dos recursos hídricos da bacia
Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Urussanga tem futuro projetado
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 13/03/2020 às 15:05

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável participou, no Sul do Estado, da aprovação do Plano de Recursos Hídricos, elaborado pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). O estudo, elaborado desde 2018, apresenta um panorama do cenário atual e estabelece diretrizes, planos e metas para os próximos cinco anos das águas que abrangem os municípios de Balneário Rincão, Cocal do Sul, Criciúma, Jaguaruna, Içara, Morro da Fumaça, Pedras Grandes, Sangão, Urussanga e Treze de Maio.

“Uma gestão integrada e focada em atingir metas que contribuem para o uso consciente e da qualidade da água é o melhor caminho para o desenvolvimento sustentável do nosso Estado”, destacou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino

O secretário executivo do Meio Ambiente, Celso Albuquerque, pontuou que o planejamento hídrico das regiões é previsto pela Política Nacional de Recursos Hídricos, e inclui informações sobre ações de gestão, projetos, obras e investimentos prioritários. Além de dados atualizados à Agência Nacional de Águas (ANA).

O gerente de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Vinícius Tavares Constante, acompanhou a aprovação e salientou a importância do plano. “A SDE está satisfeita com o produto desenvolvido, os estudos técnicos, o acompanhamento. Além de ter o diagnóstico atual e a previsão de usos futuros, apresenta-se as ações para melhorar a gestão como, por exemplo, atuar em casos de escassez, melhores lugares para atividades econômicas se instalarem, ações para preservação da quantidade e qualidade da água, e instrumentos para melhorar. Agora é colocar em prática para ter água de maior qualidade e ter mais água para usar na bacia”, pontuou.

O Comitê da Bacia do Rio Urussanga acompanhou a execução do projeto através do Grupo de Acompanhamento do Plano (GAP). A presidente do comitê, Carla Possamai Della, e o secretário executivo Fernando Damian Preve enalteceram as correções feitas ao longo do processo de elaboração. Agora, após aprovação pelo comitê, o plano será encaminhado ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos, a fim de ser avaliado e aprovado pelos conselheiros. Depois dessa etapa, o plano de ações proposto no documento, por meio de programas e projetos, pode ser implementado na bacia hidrográfica.

A elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Urussanga contou com apoio financeiro da Fundação de Amparo a Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc).