InternetData CenterAssinante

Paciente é diagnosticado com coronavírus em Braço do Norte

Quadro foi confirmado em nota pela diretoria do Hospital Santa Teresinha
Paciente é diagnosticado com coronavírus em Braço do Norte
Foto: HST/Divulgação
Por Thiago Hockmüller Em 15/03/2020 às 13:12

Por meio de uma nota, o Hospital Santa Teresinha (HST) confirmou o primeiro caso de coronavírus em Braço do Norte. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima e a identificação. No pronunciamento, o HST apenas revela que o paciente deu entrada na última quinta-feira, dia 12, no pronto-socorro da unidade.

Os exames foram realizados pelo Laboratório Central do Estado de Santa Catarina (Lacen) e confirmaram o quadro de coronavírus. “O Hospital Santa Teresinha, a Vigilância Epidemiológica de Saúde de Braço do Norte e a 19ª Regional de Saúde estão trabalhando em paralelo conforme os protocolos e que foram devidamente tomadas as devidas providências sobre o caso”, diz a nota.

Com o novo caso confirmado de coronavírus, agora Santa Catarina soma seis infectados pela doença - dois em Rancho Queimado, um em Joinville e dois em Florianópolis. Neste sábado, o governador Carlos Moisés e o secretário de Saúde Helton Zeferino revelaram em entrevista coletiva os dois quadros do vírus no município de Rancho Queimado e listaram uma série de medidas preventivas a serem adotadas no Estado.

Entre as ações anunciadas está a suspensão de eventos públicos em todo o Estado e também a recomendação da suspensão de todos os eventos privados. Além do mais, a recomendação de atendimentos online em serviços públicos e trabalho remoto para idosos.

 

Leia mais

JEC recomenda que torcedores acima de 60 anos não compareçam ao estádio

Santa Catarina tem dois novos casos confirmados de coronavírus

 

Outra medida atinge o sistema prisional, com a suspensão de visitas íntimas no sistema prisional. Segundo informado pelo governo, são mais de 20 mil visitas por mês em Santa Catarina.

Em caso de sintomas da doença, ligar para o número 136 para informações e não procurar hospitais, pois isto pode aumentar o contágio. A recomendação é que procure poste de saúde para o primeiro atendimento.