InternetData CenterAssinante

Obras na BR-101 Sul provocam lentidão no trânsito e alertam para possibilidade de filas no verão

CCR Via Costeira estuda trabalhar na madrugada no verão para diminuir impactos no tráfego
Obras na BR-101 Sul provocam lentidão no trânsito e alertam para possibilidade de filas no verão
Foto: Jorge Custódio
Por Lucas Renan Domingos Em 28/10/2020 às 19:28

Desde quando assumiu a gestão da BR-101 Sul, a CCR Via Costeira vem intensificando os trabalhos no trecho. A empresa precisa cumprir, nos primeiros 12 meses de concessão, exigências previstas em contrato, que tratam especialmente de melhorias na rodovia, como recuperação do pavimento, renovação de sinalização, realização de roçadas e limpezas, entre outros requisitos. Ao mesmo tempo que as atividades são necessárias para que futuramente a concessionária possa implantar o pedagiamento, as obras que estão sendo efetuadas na pista vêm provocando transtornos aos motoristas.

Quem costuma trafegar constantemente pelos 220 quilômetros da BR-101 Sul, entre Paulo Lopes e São João do Sul, tem se deparado, em alguns trechos, com lentidão no trânsito e até mesmo formação de longas filas. Na última sexta-feira, dia 23, o vendedor Jorge Custódio enfrentou congestionamento entre Laguna e Capivari de Baixo.

“Eu ando pela BR-101 e me deparo com as equipes fazendo manutenção na pista, realizando pinturas de muretas, mas está ocasionando filas quilométricas. Fiquei parado em uma fila que tinha tranquilamente uns cinco quilômetros. E nós estamos fora da temporada de verão. Quando chegar o verão, não vai ter quem aguente andar nesta rodovia”, relatou.


Foto: Divulgação/CCR Via Costeira

A CCR Via Costeira reconhece que alguns trabalhos que estão sendo feitos pela empresa podem gerar “morosidade” no tráfego de veículos, mas afirma que realiza estudos para que os impactos sejam os menores possíveis. “Tem dias que chegamos a ter 30 equipes trabalhando na rodovia simultaneamente. E uma das premissas da CCR Via Costeira é o bom deslocamento do usuário da rodovia. Eu não posso trabalhar, fazendo melhorias, mas os motoristas não conseguirem andar. Isso não é bom”, comentou, o diretor-presidente da CCR ViaCosteira, Fausto Camilotti.

“Todas as intervenções que são feitas na rodovia são conversadas com a Polícia Rodoviária Federal. Temos um plano de ocupação para fazer as melhorais em locais onde o fluxo de carro é menor, evitamos fazer longos estreitamentos de pistas, além de outras medidas que estamos mapeando para que os impactos sejam os menores e que a gente consiga realizar nosso trabalho ao mesmo tempo que o trânsito possa fluir”, acrescentou.

A preocupação com o verão

Segundo Camilotti, a CCR Via Costeira também já faz planejamento para evitar o acúmulo de filas na temporada de verão. Durante o período, o movimento de turistas no Sul do Estado aumenta e, consequentemente, mais carros utilizam a BR-101. Uma das alternativas que pode ser adotada pela concessionária para não paralisar as atividades na alta temporada é trasnferir os trabalhos das equipes para a madrugada.


Foto: Divulgação/CCR Via Costeira

“Provavelmente é o que faremos. Nós já fomos surpreendidos com o movimento em dias de baixa temporada. A região Sul de Santa Catarina tem muitas indústrias, agroindústrias, portos, além de locais onde o trânsito urbano se mistura com o trânsito rodoviário e tudo isso incrementa no fluxo de veículos, ocasionando a morosidade. No verão acrescentamos a chegada dos turistas. É uma preocupação que temos e vamos precisar resolver”, disse o diretor-presidente.

A concessionária vem priorizando ainda as obras em trechos que considera ser mais críticos. “É até uma orientação da PRF. Algumas cidades com Tubarão, Criciúma e onde está a concentração de praias, estamos colocando como prioridade para que no verão estes trechos estejam prontos. Pedimos paciência aos motoristas e que também tenham cuidado, mantendo sempre a atenção nas sinalizações para evitar problemas maiores”, completou.