InternetData CenterAssinante

OAB Criciúma lança material de conscientização sobre população de rua

Ação ocorre em parceria com a Unesc, Prefeitura de Criciúma, PM e PC
OAB Criciúma lança material de conscientização sobre população de rua
Foto: Divulgação
Por Redação Em 17/09/2020 às 17:15

Criciúma conta com dois espaços públicos de acolhimento de pessoas em situação de rua. Essa informação, no entanto, não é do conhecimento de grande parte da sociedade. É pensando em informar sobre esse assunto que a OAB Criciúma acaba de lançar dois materiais impressos que, a partir de agora, serão distribuídos pela cidade: um direcionado à sociedade em geral e o outro voltado aos próprios moradores em situação de rua.

Para marcar o lançamento dos informativos, a Subseção Criciúma da Ordem dos Advogados do Brasil reuniu algumas pessoas em sua sede na tarde desta quinta-feira, dia 17. O evento contou com poucos participantes para garantir o distanciamento social. “Com a pandemia, os órgãos que trabalham diretamente com a população de rua viram crescer ainda mais o número de pessoas nessa situação. Essa informação chegou para a Comissão de Direitos Humanos da OAB Criciúma, que pensou logo quais seriam as alternativas para auxiliar essas pessoas”, conta o presidente da OAB Criciúma, Rafael Búrigo Serafim.

A ação definida, então, foi a confecção dos informativos, produzidos com a parceria da Unesc, da Secretaria Municipal de Assistência Social de Criciúma, da Polícia Militar e da Polícia Civil. “Quando a polícia nos trouxe essa informação sobre a população de rua, eu quis conhecer quais eram os serviços que o Município oferecia e fiquei muito feliz em saber que a nossa cidade conta com dois espaços de muita qualidade, que são a Casa de Passagem e o Centro POP, para a população de rua. E com a parceria de todas essas instituições, hoje chegamos aqui para lançar esse material que foi feito com muito amor”, afirma a presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB Criciúma, Valéria Zanette.

“Doe esperança”

Além do endereço, horário de atendimento e serviços oferecidos pela Casa de Passagem e pelo Centro POP, o informativo direcionado à população geral também traz a mensagem “Você ajuda quando não dá esmola”. Essa é uma atitude que já é defendida pela Assistência Social e que agora será intensificada. Também por isso, a campanha lançada pela OAB nesta quinta-feira foi batizada de “Doe esperança”.

“As pessoas, em um ato de caridade, acabam dando esmolas na rua, mas o que elas não sabem é que essa esmola dificulta o nosso trabalho de encaminhamento dessa pessoa em situação de rua para algum dos nossos serviços de reinserção social. Então, esse material vai nos ajudar muito, ele será bastante utilizado pelos nossos educadores sociais”, comenta a secretária de Assistência Social de Criciúma, Patrícia Vedana.

Para o coordenador do curso de Direito da Unesc e conselheiro da Subseção de Criciúma, João Carlos Medeiros, “este projeto demonstra que Unesc e OAB caminham juntas, pois o ensino liberta o indivíduo e este projeto, da mesma forma, busca garantir autonomia a todos os cidadãos”.

Também participaram do evento desta tarde o comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Cristian Dimitri Andrade, e o vice-reitor da Unesc, Daniel Preve.

Colaboração: Bruna Borges - Ápice Comunicação 360º

Leia mais sobre: