InternetData CenterAssinante

Nova Veneza une esforços para planejar futuro em conjunto com a Amrec

Os participantes assistiram a um panorama geral sobre os números do município e da região
Nova Veneza une esforços para planejar futuro em conjunto com a Amrec
Foto: Divulgação/Arquivo
Por Redação Engeplus Em 17/08/2020 às 10:22

Cidade que já é destaque regional por conta do seu forte perfil voltado ao turismo, Nova Veneza também integra os municípios engajados na formulação do Plano de Desenvolvimento Socioeconômico da Amrec. Na última semana, lideranças neovenezianas participaram do primeiro encontro virtual voltado ao debate para o início do projeto. Assim como os demais municípios, no encontro as lideranças políticas e empresariais elencaram o que avaliam como principais desafios enfrentados pela cidade, assim como suas fortalezas e o que sonham para o município nos próximos dez anos.

Os debates promovidos foram liderados pelo professor Igor Drudi, a partir de dinâmicas com a formação de pequenos grupos para discussão e posterior apresentação de resultados na sala virtual com todos os presentes. As conversas dos participantes giraram em torno do fortalecimento do turismo, com a proposta de criação de uma possível Rota Turística da Amrec; do desafio quanto as questões ambientais e sua importância; da oportunidade de fortalecimento do agronegócio; da diversificação industrial do município, entre muitas outras temáticas levantadas com a participação de todos os presentes, tudo registrado pela equipe da Universidade.

Além das suas próprias opiniões e visões acerca das necessidades da cidade, os participantes assistiram a um panorama geral sobre os números do município e da região, assim como das tendências esperadas para todo o mundo, dados elencados pelos coordenadores do Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico, Thiago Fabris e Melissa Watanabe, engajados em estudos que embasam o Plano.

Para o economista Sérgio Tiskoski, participante ativo do encontro, é uma alegria ver o projeto dando seus primeiros passos. “Esse engajamento tem que continuar firme na região toda. É algo que vem sido falado há anos e que de fato, com a união dos 12 municípios e o pensamento conjunto pode dar certo. Continuem firmes porque está excelente até aqui”, destacou.

A empresária e representante da Associação Empresarial de Nova Veneza, Larissa Bortolotto, também contribuiu com o encontro e destacou a importância da participação de toda a comunidade, além apenas do poder público. “Eu amei estar aqui e certamente vou buscar ainda mais pessoas para contribuir. Eu acredito muito no associativismo e acho que juntos podemos crescer muito mais. Estou disposta a colaborar e me dedicarei a isso”, comentou.

A participação ativa de todas as partes, tanto das universidades, tanto dos poderes público e empresarial, quanto da comunidade, para a pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da Unesc, Gisele Coelho Lopes, será fundamental na caminha até a finalização do Plano, em outubro. “Estamos unindo forças para que todos cumpram seu papel. De nossa parte, podem ficar tranquilos e podemos lhes garantir que vamos levar a proposta até o fim e entregaremos em mãos aqueles que irão executá-lo. Estamos muito felizes em contar com a presença de todos, ouvi-los e construímos juntos o que queremos para o futuro”, destacou.

Na próxima semana os encontros virtuais irão debater os Planos de Morro da Fumaça, Urussanga, Treviso, Siderópolis, Criciúma e Lauro Müller. Os interessados em contribuir com o Plano de Desenvolvimento Socioeconômico da Amrec podem o fazer respondendo a Consulta Pública. O questionário online pode ser acessado aqui ou no site da Universidade, logo na página inicial entre os banners que aparecem no todo da página.

Confira abaixo alguns dos sonhos elencados em diferentes eixos, ainda de forma inicial, para Nova Veneza pelos participantes:

- EDUCAÇÃO e AGRO

Melhor desenvolvimento no agronegócio vertical.

Ser referência em agricultura orgânica.

Mais investimentos em educação.

- INFRAESTRUTURA

Investimento no aproveitamento de energia térmica.

Transporte integrado entre toda a região, pelas linhas férreas - crescimento regional

Interligar a segurança com as ferramentas tecnológicas como o uso de drones, por exemplo.

- TURISMO

Maior receptividade da região para com o turista, proporcionar um melhor acesso aos locais, com melhorias na sinalização física e tecnológica (por meio de aplicativos de localização), a recepção enquanto comunicação precisa ser melhorada.

Parque municipal desenvolvido (mais novas áreas focadas no turismo);

Região com comércio forte, que tenhamos a Europa dentro de nova Veneza (italia) - Uma cidade que tenha a “Alemanha” próxima;

Tombamento histórico dos prédios (não só de nova Veneza como da região).

- MEIO AMBIENTE

Sonho em ver o rio limpo.

Parque municipal desenvolvido (mais novas áreas focadas no turismo).

Destaque na cultura e gastronomia, voltada também para a área ambiental.

Coleta seletiva funcionando de fato.

Primeira unidade de conservação que foi já criada contribui como uma semente para mais áreas serem preservadas.

Pactos entre municípios, como o da criação de mais unidades de conservação ambiental.

Que energia e sustentabilidade se desenvolvam juntas, para que não se precise investir milhões, bilhões de forma corretiva, que esse consumo seja feito de forma consciente.

- TECNOLOGIA e QUALIDADE DE VIDA

Startups desenvolvidas, assim como os pequenos empresários

Crescimento com qualidade de vida, mantendo sua história e cultura;

Lagos com pedalinhos, filhos com os pais de bicicleta, um ambiente onde todos podem compartilhar momentos de qualidade juntos

Leia mais sobre: