InternetData CenterAssinante

Nasa anuncia descoberta de água na superfície iluminada da Lua

O observatório aéreo detectou moléculas de água (H2O) na Cratera Clavius
Nasa anuncia descoberta de água na superfície iluminada da Lua
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
Por Jessica Rosso Em 26/10/2020 às 16:51

Uma descoberta foi anunciada pela Nasa, nesta segunda-feira, dia 26. O Observatório Estratosférico de Astronomia Infravermelha (Sofia) da agência aeroespacial norte americana, encontrou água na superfície iluminada da Lua.

O observatório aéreo detectou moléculas de água (H2O) na Cratera Clavius, uma das maiores crateras visíveis da Terra, localizada no hemisfério sul da Lua. Observações anteriores da superfície da Lua detectaram alguma forma de hidrogênio, mas não foram capazes de distinguir entre a água e seu parente químico próximo, hidroxila (OH).

A quantidade de água observada é o equivalente a 354,9 mililitros, um pouco mais da metade de uma garrafinha de água mineral. O líquido está contido em um metro cúbico de solo espalhado pela superfície lunar.

Recurso escasso

Apesar da importância da descoberta, a quantidade de água achada em solo lunar serve para confirmar novamente uma afirmação antiga da ciência: a água é um recurso extremamente escasso e raro na natureza. Segundo dados da Nasa, em comparação, o Deserto do Saara tem 100 vezes a quantidade de água detectada em solo lunar.

“A água é um recurso precioso, tanto para propósitos científicos quanto para os nossos exploradores”, disse Jacob Bleacher, chefe de Exploração Científica da Nasa. “Se pudermos usar o recurso na Lua, podemos levar menor quantidade [de água] e mais equipamento para ajudar em novas descobertas científicas”, salientou.

Com informações da Nasa e Agência Brasil