InternetData CenterAssinante

Na Diocese de Criciúma, missas seguem suspensas pelo menos até o próximo dia 5 de maio

Missas e celebrações continuarão sendo transmitidas pela internet, rádio e TV
Na Diocese de Criciúma, missas seguem suspensas pelo menos até o próximo dia 5 de maio
Foto: Divulgação/Diocese de Criciúma
Por Lucas Renan Domingos Em 22/04/2020 às 13:26

A realização de missas e cultos religiosos estão liberados em Santa Catarina desde a última terça-feira, dia 21. As igrejas e templos podem abrir as portas para receber os fiéis, mas precisam obedecer normativas sanitárias essenciais para o combate ao coronavírus definidas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Mesmo com a liberação, a Diocese de Criciúma optou por manter suspensa as atividades que envolvam aglomeração de pessoas. Um comunicado oficial assinado pelo bispo diocesano Dom Jacinto Inacio Flach foi encaminhado para as paróquias da Diocese nesta quarta-feira, dia 22.

Conforme os encontros estão suspensos pelo menos até o dia 5 de maio, quando uma nova reunião será realizada para reavaliar a retomada das missas e celebrações coletivas. “De igual maneira exorto aos nossos padres, bem como a todo o povo de Deus, a permanecermos firmes na oração. Nossas igrejas, na medida do possível e obedecendo as normas sanitárias, devem permanecer abertas para a oração individual dos fiéis. Continuemos com nossas transmissões de missas, celebrações, momentos de oração, formações, via rádio, TV e pelas redes sociais”, escreveu o bispo na nota.

No mesmo texto Dom Jacinto ainda pede aos fiéis que sejam solidários neste momento. “Sejamos solidários e presentes junto as famílias que sofrem a perda de seus entes queridos, na medida do possível, seguindo as normas sanitárias atendamos nosso povo, e procuremos, com os devidos cuidados, deixar nossas secretarias paroquiais abertas. Por fim exorto a todos a estarem muito atentos as famílias necessitadas. A Igreja tem a missão de ser para todas as famílias presença solidária e caritativa. Motivemos de todas as maneiras o cuidado e a assistência aos mais pobres. Somos convocados a sermos uma Igreja Samaritana”, completou.

Fazem parte da Diocese de Criciúma as paróquias das comarcas de Criciúma, Araranguá, Içara, Nova Veneza, Santa Rosa do Sul, Turvo e Urussanga.