InternetData CenterAssinante

MPSC recomenda que PM impeça a realização de carreata em Criciúma

Manifestação sairia do Parque das Nações pedindo o fim do decreto estadual de quarentena
MPSC recomenda que PM impeça a realização de carreata em Criciúma
Foto: Divulgação
Por Lucas Renan Domingos Em 27/03/2020 às 14:52

Circulou nas redes sociais nas últimas horas uma imagem convidando a população de Criciúma para uma carreata, partido do Parque das Nações, às 15 horas desta sexta-feira, dia 27. A exemplo de um evento semelhante registrado na cidade de Balneário Camboriú na noite dessa quinta-feira, dia 26, o movimento criciumense teria como principal objetivo a reivindicação para o fim do decreto de isolamento social determinado pelo Governo de Santa Catarina. Mas o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), encaminhou uma recomendação ao comando do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), de Criciúma, para que a manifestação seja impedida.

No documento, o promotor de Justiça da 5ª Promotoria de Justiça de Criciúma, Luiz Fernando Góes Ulyssea, solicitou ao tenente-coronel Cristian Dimitri, comandante do 9º BPM, “que adote todas providências necessárias para evitar que referida carreata seja realizada e concretizada, evitando-se com isso propagação de maiores níveis de infecção nesta cidade”.


A imagem que circulou nas redes sociais

O promotor recomendou ainda “que se identifique cada responsável pelo evento, a fim de que a Polícia Judiciária e o Ministério Público possam encetar o manejo de ação penal pública, especialmente considerando os tipos previstos nos artigos 267 e 268 do Código Penal”.

Os artigos tratam, respectivamente, sobre os crimes de Saúde Pública por causar epidemia, mediante a propagação de germes patogênicos e infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.


Recomendação do MPSC