InternetData CenterAssinante

Mesmo com a volta de Léo Ceará, Cavalo não deve alterar equipe para enfrentar o São Bento

‘Não tem o porquê de mexer no time’, apontou o técnico
Mesmo com a volta de Léo Ceará, Cavalo não deve alterar equipe para enfrentar o São Bento
Foto: Celso da Luz/Criciúma E.C.
Por Lucas Renan Domingos Em 23/08/2020 às 15:33

O Criciúma fez na manhã deste domingo, dia 23, o último treino antes de enfrentar o São Bento pela terceira rodada do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C. As equipes se enfrentam no Estádio Heriberto Hülse nesta segunda-feira, dia 24, a partir das 20 horas. Para a partida o técnico Roberto Cavalo terá os desfalques dos atacantes João e Thiago Henrique, entregues ao departamento médico. Por outro lado, o treinador conta com o retorno do meia-atacante Léo Ceará, liberado para jogar depois de positivar para Covid-19, e do goleiro Paulo Gianezini, recuperado de um edema na coxa esquerda.

Léo Ceará era titular da equipe de Cavalo até semifinal do Campeonato Catarinense. Após ser diagnosticado com o novo coronavírus, o atleta teve que ficar de fora dos dois primeiros jogos do Campeonato Brasileiro. Pela segunda rodada, o Tigre apresentou um futebol convincente, na opinião do técnico, e derrotou o Boa Esporte pelo placar de 3 a 1. Um dos fatores determinantes para a vitória foi o esquema com adotado por Cavalo, abandonando o 4-3-3 e passando a utilizar o 4-4-2, com Jean Lucas e Alisson Taddei no setor de criação.

Mesmo com o retorno de Léo Ceará, o técnico já adiantou que não deve mudar a equipe. “O Léo (Ceará) está treinando bem, era titular, mas da maneira que jogamos contra o Boa não tem o porquê de mexer no time”, afirmou Cavalo. Se vencer por mais de três gols de diferença, o Tigre pode assumir a liderança do Grupo B da competição, por isso o foco é vencer.

“Vencer é sempre bom. Este campeonato é bem embolado e fazer três pontos dentro de casa é muito importante. Nós podemos assumir até a liderança e vamos brigar para isto acontecer”, disse. Após a vitória sobre o Boa Esporte, o técnico elogiou a postura de sua equipe, mas frisou que a equipe ainda precisava desenvolver um pouco mais, mudanças que ele já espera ver diante do São Bento.

“Os atletas vão evoluir. O Jean (Lucas) tem só dois jogos, o Carlos Alexandre e o Michel também. O entrosamento vai ficar melhor e eles vão desenvolver melhor o futebol. O Jean vai ter arremate de fora da área, o drible mais agudo, que são características dele. O Alisson (Taddei) vem crescendo. Isso tudo vai melhorar nosso elenco para o decorrer do campeonato”, pontuou.