InternetData CenterAssinante

Mãe e filha ficam feridas após veículo em que elas estavam ser atingido por trem

Uma delas precisou ser desencarcerada do automóvel pelo Corpo de Bombeiros
Mãe e filha ficam feridas após veículo em que elas estavam ser atingido por trem
Foto: Lucas Renan Domingos/Portal Engeplus
Por Lucas Renan Domingos Em 12/11/2020 às 19:38 - Atualizado há 2 meses

Duas mulheres, mãe, de 38 anos e filha de 20 anos, ocupantes de um Fiat Uno, com placas de Criciúma, ficaram feridas em um acidente na tarde desta quinta-feira, dia 12, na rua Imigrante Meller, no bairro Santa Augusta, em Criciúma. A condutora do automóvel avançou sobre linha férrea e o veículo atingido pelo trem da Ferrovia Tereza Cristina (FTC).

Segundo o Corpo de Bombeiros a mãe era a condutora e foi retirada do veículo pelo porta-malas do veículo após ser imobilizada em maca rígida. A mesma queixava-se de dor na região cervical e dor na região abdominal. A caroneira foi retirada pela porta lateral. Ela estava consciente, orientada com sinais vitais estáveis e queixava-se de dor no braço esquerdo.

Para os agentes da Diretoria de Trânsito e Transporte de Criciúma (DTT), a condutora afirmou que no momento do acidente havia muito trânsito no local. Ela chegou a avistar a locomotiva, mas acreditou que conseguiria atravessar o trilho. Como não deu tempo, colidiu com o trem. A FTC emitiu nota e tratou o caso como “imprudência”, confira abaixo:

Imprudência causa acidente em Criciúma

Nesta quinta-feira (12), ocorreu um abalroamento entre um carro modelo Fiat Uno e uma locomotiva da Ferrovia Tereza Cristina, na avenida Imigrante Meller, bairro Pinheirinho, em Criciúma. A condutora rodoviária que transitava sentido Centro/Unesc não observou o trem realizando a manobra de inversão.

Todos os sinais de alerta foram ignorados e a condutora não parou antes de cruzar a passagem em nível com a linha férrea. O acidente ocorreu às 17h48 e a pista de rolamento já foi liberada. A Segurança Patrimonial da Ferrovia prestou o devido atendimento à ocorrência e a condutora foi encaminhada ao hospital, sem ferimentos, pelo Corpo de Bombeiros. No local, a Policia Militar também formalizou o Boletim de Ocorrência de Acidente de Trânsito (BOAT).

Foram acionados todos os sinais de alerta, sonoros e visuais da locomotiva. A Passagem em Nível é ativa e equipada com a devida sinalização ferroviária, permitindo aos condutores boa visibilidade das composições, o que torna o acidente um ato imprudente da motorista rodoviária, por violar as leis do Código de Trânsito Brasileiro, art. 212, que diz ser infração gravíssima não parar o veículo antes de transpor a linha férrea.

O trânsito no local ficou bloqueado até o fim do atendimento às vítimas e da remoção do carro da pista. Os agentes de trânsito orientaram o fluxo de veículos, auxiliados pela Polícia Militar (PM), que também prestou apoio na ocorrência.