InternetData CenterAssinante

Lei Geral de Proteção de Dados é tema de reunião virtual na regional Sul da Fiesc

Também foram detalhadas adequações para as empresas entrarem de acordo com a lei
Lei Geral de Proteção de Dados é tema de reunião virtual na regional Sul da Fiesc
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 24/09/2020 às 10:52

A Regional Sul da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) promoveu mais uma reunião virtual para debater os interesses do setor produtivo e informar sobre as novidades da área industrial. Participaram do encontro presidentes, executivos e diretoria dos sindicatos patronais da região, além dos representantes nas câmaras setoriais da Fiesc.

“Nossas reuniões têm sempre o objetivo de aprofundar assuntos que são de grande relevância para toda a indústria da região. Mesmo que de forma virtual, procuramos trazer conteúdos que possam impactar no dia a dia e que sejam relevantes para todos”, explica o vice-presidente regional Sul da Fiesc, Diomício Vidal.

Durante o encontro foi realizada a apresentação da atuação do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e as perspectivas do cenário regional, as formas de participação do Desafio Estágio 4.i, tanto para os estudantes como para a indústria e o Programa Talentos Inovadores, explanadas pela gerente Executiva Sesi Senai IEL – Sul e Litoral Sul, Graziela da Silva Branco.

A reunião também contou com a participação da equipe da Diretoria Institucional e Jurídica da Fiesc, Carolina Slovinski Ferrari Carlsson, Luiz Fermino Hames Junior e Leonardo Costa, que detalharam aspectos importantes da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

“A lei que entrou em vigor na última semana tem impactado em todas as organizações. Ela  lida com o tratamento de dados criando um cenário de segurança jurídica, com a padronização de normas e práticas, para promover a proteção, de forma igualitária dos dados pessoais de todo cidadão que esteja no Brasil. Protege os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade. A Lei veio para empoderar o titular de dados”, explica Carolina.

Na apresentação também foram detalhadas adequações que as empresas precisam promover para entrar em acordo com a lei vigente.

Leia mais sobre: